MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
26/10/2022 às 19h14min - Atualizada em 26/10/2022 às 19h14min

Confiança do empresário maranhense sofre pequena retração em outubro

Coordenadoria de Comunicação e Eventos
Pesquisa foi elaborado pela FIEMA em parceria com a CNI - Foto: Veruska Oliveira / COCEV - FIEMA
 
SÃO LUÍS – O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Maranhão (ICEI-MA) sofreu uma pequena variação negativa de 0,8 ponto na mudança de setembro para outubro de 2022, passando de 62,1 para 61,3 pontos, mas mantendo a confiança dos empresários maranhenses acima dos 50 pontos. O resultado, no entanto, é muito melhor do que o registrado para out/2021 (variação de + 9,8 pontos). Segundo o estudo, elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), mantém-se a proximidade entre os índices do Maranhão, Nordeste e Brasil. 

Setorialmente, a pesquisa verificou que o índice de confiança dos empresários da construção (65,4 pontos) supera o das indústrias de transformação/extrativa (59 pontos). Na comparação com o mês anterior, os resultados deste segmento (variação de 7,3 pontos) foram melhores do que na construção, seja nos indicadores de condições atuais do estado quanto das próprias empresas do setor. 

No que se refere aos índices de condições atuais tanto da Economia brasileira quanto do Estado e das próprias Empresas, o ICEI médio registrou uma queda de 4,4 pontos na comparação com o mês passado. Esse resultado foi afetado, principalmente, pela avaliação mais fraca em relação às condições do Estado (-10,4 pontos). Mas, em verdade, a avaliação dos empresários quanto à economia brasileira é melhor do que em relação ao estado e às empresas, tanto na comparação com o mês de setembro quanto a outubro/2021. 

Quanto às expectativas para os próximos seis meses, o ICEI geral mostra os empresários maranhenses mais otimistas, com todos os indicadores acima dos 50 pontos. As expectativas quanto à economia brasileira e às empresas superam os 65 pontos, o que é bom sinal, ainda que menor do que era esperado em setembro último.  A FIEMA sondou empresas da construção civil e indústrias extrativas e de transformação no Maranhão, de 1 a 11 de outubro de 2022.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90