MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
26/10/2022 às 19h12min - Atualizada em 26/10/2022 às 19h12min

FIEMA, Gasmar e Governo do Estado discutem exploração de gás natural no Maranhão

Coordenadoria de Comunicação e Eventos
Foto: Divulgação
 
SÃO LUÍS – A Federação das Indústrias do Maranhão (FIEMA), a Companhia Maranhense de Gás (Gasmar) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEDEPE) se reuniram para discutir a exploração de gás natural na Bacia do Parnaíba e na Margem Equatorial. As duas reservas estão localizadas no estado e têm grande potencial para mudar a posição do Maranhão de importador para exportador de gás natural a um custo menor. Atualmente, o gás natural produzido no estado é usado por termelétricas. 
 
Para inverter essa lógica da importação, a FIEMA, a Gasmar e o Governo do Estado querem concentrar esforços para que todo esse potencial seja explorado e se converta na geração de energia limpa para as indústrias e atraia novas empresas. A liberação de novas licenças para exploração, ou seja, realização de testes para checar a viabilidade da efetiva produção de gás foi uma das demandas discutidas na reunião.  

Em países que decidiram investir nessa área em grande escala, como Guiana Francesa e Suriname, já está demonstrado que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu muito além da média mundial. O pagamento dos royalties decorrentes da produção e comercialização do gás natural é um indutor de desenvolvimento socioeconômico para as populações dos municípios nos quais esse trabalho é realizado, como hoje já acontece com Santo Antônio dos Lopes e outras cidades maranhenses impactadas pela produção de gás natural.   

Participaram da visita de cortesia ao novo presidente da Gasmar e integrante do GT-Fiema ‘Pensar o Maranhão’, Allan Kardec Barros; o ex-governador e atual secretário da SEDEPE, José Reinaldo Tavares; e pela FIEMA o superintendente da FIEMA, César Miranda; Luiz Fernando Renner, coordenador do Grupo ‘Pensar o Maranhão’ e vice-presidente executivo; os vice-presidentes  Celso Gonçalo de Sousa e Fábio Ribeiro Nahuz; a 2ª secretária Leonor Gomes de Carvalho e o assessor Antônio Fernandes.  Pelo SENAI esteve presente o diretor regional, Raimundo Arruda.  

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90