MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
19/10/2022 às 14h30min - Atualizada em 20/10/2022 às 00h06min

Controle de parasitas é fundamental para saúde do gado e as finanças da fazenda

Os parasitas internos e externos representam o maior pesadelo dos pecuaristas brasileiros

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins
Os parasitas internos e externos representam o maior pesadelo dos pecuaristas brasileiros. Segundo dados da Scot Consultoria, esses indesejáveis “hóspedes” podem provocar perdas de até US$ 7 bilhões por ano – o que significa aproximadamente R$ 35 bilhões. O médico veterinário e gerente nacional de animais de produção da Syntec do Brasil, Fernando Santos, alerta que “é importante ter conhecimento sobre as formas de controle desses parasitas. Isso é essencial para o bom desempenho da pecuária. O controle pode ser feito com tratamentos pontuais e em épocas específicas, mas nunca pode ser esquecido sob pena de pesado prejuízo no ganho de peso no gado de corte”.

Com a chegada da época de calor e o aumento das chuvas, é comum o aumento das infestações de carrapatos, ectoparasita mais comum na rotina pecuária. “Os carrapatos causam irritação, perda de apetite e redução de peso, entre outros problemas, como a tristeza parasitária. Uma infestação séria faz com que os animais percam peso e desenvolvam doenças, comprometendo o lucro dos produtores”, alerta o especialista.  

Os prejuízos dos pecuaristas vão desde a perda de arrobas por animal até a baixa precificação do couro, uma vez que os parasitas causam danos, tanto sugando o sangue dos animais quanto “machucando” o couro.

Entre os parasitas internos (endoparasitas) mais comuns em bovinos, estão os vermes, que comprometem o desempenho do gado e proporcionam consistentes perdas para as fazendas. “Os vermes gastrointestinais causam atraso do crescimento, diminuição do ganho de peso e, até mesmo, perda de peso, além de deixar o rebanho mais vulnerável a outras doenças”, explica o veterinário da Syntec.

Para proteger os bovinos e controlar as infestações de carrapatos e vermes, a Syntec acaba de disponibilizar no mercado Iverjex 3,5%. Composto por alta concentração (3,5g) de invermectina e com veículo tixotrópico que proporciona liberação lenta e regular do produto e efeito prolongado, o medicamento tem eficácia comprovado contra bernes, carrapatos, vermes, moscas e problemas nos cascos. Oferece menor período de carência dentre as ivermectinas 3,5% e protege o rebanho de maneira eficiente.

“Os produtores precisam ter atenção especial ao controle sanitário, especialmente dos parasitas, pois esses inimigos comprometem a rentabilidade da atividade pecuária. Iverjex 3,5% é uma solução eficaz, que chega para se tornar um potente aliado no manejo do controle parasitário do rebanho”, ressalta Fernando Santos.

Sobre a Syntec
A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 18 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Mais informações: www.syntec.com.br

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90