MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
18/10/2022 às 18h31min - Atualizada em 18/10/2022 às 18h31min

Motorista de aplicativo é preso após simular o próprio sequestro

O motorista chegou a enviar fotos para a família em que aparece amordaçado e com as mãos amarradas

Assessoria/PC-MA
Superintendência Estadual de Investigações Criminais investigou o caso - Foto: Divulgação
 
Um homem de 39 anos foi preso em flagrante por estelionato na segunda-feira (17), no bairro da Vila Palmeira, em São Luís, após simular o próprio sequestro. A Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) informou que o preso teria enviado para a família, fotos dele amordaçado e com as mãos amarradas fingido ser os supostos sequestradores que exigiam dinheiro.

A Polícia Civil do Maranhão tomou ciência do caso ainda na manhã da última segunda, após a família da suposta vítima procurar a Delegacia de Polícia, onde relatou que o homem seria funcionário de uma empresa de mineração e que nas horas vagas exercia a profissão de motorista de aplicativo. Em depoimento, a família informou que a suposta vítima teria pegado uma corrida, ocasião essa, em que foi sequestrada.

Diante das informações, equipes do Grupo de Resposta Tática (GRT) e do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DECRIF), ambos vinculados a SEIC, saíram em diligências no intuito de localizar o veículo, bem como a suposta vítima. Os policiais conseguiram, localizar o veículo em uma via do bairro da Vila Palmeira e, em seguida, encontraram a suposta vítima em um restaurante.

Já na sede da SEIC, em São Luís, o preso disse em depoimento que simulou o próprio sequestro, pois precisava do dinheiro para quitar dívidas.  A família chegou a enviar algumas quantias em dinheiro para os supostos sequestradores. O valor de mil reais ainda chegou a ser sacado pelo preso. O autuado foi levado ao Complexo Penitenciário de São Luís.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90