MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
15/10/2022 às 14h01min - Atualizada em 15/10/2022 às 14h01min

Cantinho do Humor

Sorria!

Da Redação
GB Edições

No casamento

O cara, casado há 5 anos, desabafa com o amigo solteiro:
— Antes do casamento eu falava muito e minha mulher só escutava... Nos primeiros meses de casados, minha mulher falava muito e eu só escutava... Agora os dois falam muito... e quem escuta são os vizinhos!
 

Garotos da cidade na fazenda

Dois meninos da cidade passavam as férias na fazenda.
— Cê viu, cara? — disse um, olhando para um pintinho nascendo — Olha que incrível como eles saem da casa deles!
— Não sei não — respondeu o amigo — Eu acho muito mais incrível como eles entram na casa sem quebrar ela!
 

Vários clientes

Um alfaiate comenta com um amigo:
— Eu tenho uma clientela muito variada. Uns são médicos, outros advogados, professores. Tem até alguns que são inventores.
— Puxa, que interessante! — responde o amigo — Eles inventam o quê?
— Só desculpas, na hora de pagar a conta.
 

Casamento pomposo

A igreja estava enfeitadíssima. Muita gente bonita, bem arrumada e perfumada. Durante a cerimônia do casamento, o padre faz a tradicional pergunta:
— Há alguém aqui que saiba de algum fato que possa impedir a realização desse casamento?
Um sujeito que cochicha no ouvido do outro:
— Eu sei...
E o outro cara, também sussurrando:
— Então, por que você não fala?
E o sujeito:
—  Você está louco!
E o cara:
— Se você sabe de alguma coisa, fale logo!
— Eu não. Se eu falar, quem tem que se casar com a noiva sou eu...
 

O bilhete do cinema

O cara vai pela primeira vez ao cinema. Chega na bilheteria e compra uma entrada.  Dalí a pouquinho, volta e pede mais uma. Não passam mais dois minutos, vem comprar outra.
A bilheteira chia:
— Pô, meu! Por que você não compra todas de uma vez?
— Não me culpe, senhorita! E que tem um gajo ali na porta que, toda vez, me toma o bilhete e rasga!
 

Baixinho valente

O bar está quase cheio. Num canto do balcão, um baixinho franzino, de óculos, bebe sua cerveja tranquilamente, quando de repente um grandalhão entra no bar, dá um murro no balcão e diz:
— Me dá uma cerveja, senão...
Mais do que depressa, o garçom traz a cerveja gelada. Pouco depois, outro grandalhão entra no bar e berra:
— Me dá logo uma cerveja, senão...
E, em alguns segundos, lá vem a cerveja. É aí que o baixinho resolve fazer o mesmo, dá um tapa no balcão e grita:
— Em cerveja, senão...
— Senão o quê? - diz um dos grandalhões
— Senão pode ser guaraná mesmo!
 

Explicação do réu

O cara está sendo julgado no Tribunal. O juiz pergunta:
— O senhor é acusado de ter partido uma cadeira na cabeça de seu vizinho. O que tem a dizer sobre isso?
— É certo, mas gostaria de dizer que a minha intenção era apenas quebrar a cabeça do meu vizinho, jamais tive a intenção de quebrar a cadeira.
 

Receita para emagrecer

Doutor, como eu faço para emagrecer?
— É simples — respondeu o médico — basta a senhora mover a cabeça da esquerda para direita e da direita para esquerda.
— Quantas vezes, doutor?
— Todas as vezes que lhe oferecerem comida.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90