MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
13/10/2022 às 18h41min - Atualizada em 13/10/2022 às 18h41min

Com o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), compras realizadas de empresas maranhenses ultrapassam R$ 40 bilhões

Em 23 anos do PDF, coordenado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) desde 2010, o programa chega à marca de cinco empresas mantenedoras e 40 apoiadoras

Coordenadoria de Comunicação e Eventos
César Miranda, superintendente da FIEMA, e Marlucy Xavier, diretora da Faculdade Anhanguera de São Luís, durante a assinatura do convênio com o PDF - Foto: Divulgação/Fiema
 
SÃO LUÍS – Criado em 1999 pelo governo do Estado e desde 2010 coordenado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF Maranhão) chega a 40 empresas apoiadoras. A Faculdade Anhanguera, antiga Faculdade Pitágoras, assinou convênio e se tornou apoiadora da iniciativa. Em 23 anos de existência, o PDF criou uma rede de empresas que demanda e/ou comercializa produtos e serviços localmente, o que gerou oportunidades e negócios estimados em mais de R$ 40 bilhões.  

O Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão iniciou com duas empresas mantenedoras, a Vale e a Alumar. Com o passar dos anos, o PDF ganhou a adesão da Equatorial Energia Maranhão, da Solar BR Coca-Cola e da Eneva. O objetivo do PDF é oferecer apoio à geração de negócios, capacitação, promoção e consultoria às empresas com a finalidade de torná-las mais competitivas. É dessa forma que as empresas locais buscam a excelência para a crescente demanda por serviços e produtos no estado.  

O coordenador do programa, Carlos Jorge Taborda, disse que o PDF Maranhão conseguiu trazer para o mercado maranhense a visibilidade para os fornecedores locais nesses 23 anos de atuação. “Hoje em dia, compradores nacionais, locais, de grandes empresas e dos mais variados segmentos, conseguem encontrar no mercado maranhense fornecedores para atender todas as suas necessidades. Fornecedores com capacidade técnica, com competência gerencial”, destacou Taborda. 

Para os próximos anos, Taborda espera que outras empresas – mantenedoras e apoiadoras – se conectem a essa grande rede de oportunidades para fortalecer o ambiente de negócio e que isso contribua efetivamente para o desenvolvimento do Maranhão. Até o ano passado, foram negociados R$ 40 bilhões em compras de empresas locais. 

Esta semana, a Faculdade Anhanguera assinou convênio que a torna empresa apoiadora do PDF Maranhão. Já são 40 empresas apoiadoras no total. A Faculdade Anhanguera, antes Faculdade Pitágoras, tem 25 cursos presenciais e mais de 100 a distância. Há mais de 20 anos atua no estado. A Anhanguera pertence a um grupo empresarial grande, está na Bolsa de Valores e todas as aquisições seguem critérios rígidos, como a comparação de propostas de pelo menos três fornecedores.  

“Essa parceria com o PDF Maranhão nos proporciona a vantagem de valorizar a economia local. E os nossos fornecedores também terão a oportunidade de fazer negócios com outras empresas do grupo nos demais estados”, explicou Marlucy Xavier, diretora da Faculdade Anhanguera de São Luís, durante a assinatura do convênio. 
 
O fornecimento de serviços e produtos de empresas locais para grandes companhias, como Vale e Alumar, sempre foi uma demanda do empresariado local. O superintendente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), César Miranda, frisou que essa dificuldade está sendo superada com as ações do PDF. Primeiro porque o programa aproxima as empresas e segundo porque os seus gestores são capacitados por meio do Programa de Certificação de Empresas (PROCEM), uma ação do PDF Maranhão. “Dessa forma, as empresas têm condições de atender grandes corporações, prefeituras e governo do Estado. Desejamos que mais empresas se juntem a essa cadeia para fortalecer a economia do estado”, finalizou. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90