MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
11/10/2022 às 00h00min - Atualizada em 11/10/2022 às 00h00min

“Nova rotulagem de alimentos: um aceno à saúde”

Ludmila Pereira de Araujo Souza *

Aprovado em 2020, mas entrando em vigor apenas no último domingo, dia 09 de outubro de 2022, a nova rotulagem de alimentos aprovada pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – é um verdadeiro marco e aceno à saúde, sendo considerada uma vitória não apenas da Nutrição, mas de toda a população que, a partir de agora, passa a compreender, de forma mais efetiva, o que significam as informações nutricionais contidas nas embalagens dos alimentos.

Ao longo desse breve período em que venho escrevendo a presente coluna, constantes são minhas falas em relação aos malefícios provocados pelos produtos industrializados. Mas, infelizmente, muitas vezes, essas informações são ofuscadas em embalagens cheias de letras miúdas, com vários termos técnicos, contendo diversos dados que o público em geral não faz a mínima ideia do que se trata.

Glutamato monossódico? Maltodextrina? Dextrose? Gordura saturada? O que é tudo isso? Você, caro leitor e consumidor, não tem condições de entender o que são essas e tantas outras substâncias contidas nos produtos alimentícios, afinal, elas são muitas... Mas visando ao interesse da sua saúde e de sua família é importante que você saiba o que está consumindo. E a nova rotulagem de alimentos veio para simplificar esse conhecimento, já que se eu falar que um produto tem mais açúcar, mais sal (sódio) e mais gordura, você, com certeza, sabe do que se trata, não é mesmo?!

Pois bem, com a nova rotulagem dos alimentos, a orientação é que essas informações sejam tratadas exatamente assim: de maneira clara para o consumidor. Precisa estar na parte frontal da embalagem, de forma visível, referindo que aquele produto tem quantidade aumentada de açúcar, de sódio (sal) e gordura saturada (aquela que “faz mal ao coração”).

A partir de agora, de um jeito claro, a população passará a ter ciência do que realmente está levando para o consumo alimentar seu e de seus familiares. Nada de continuar sendo enganado por embalagens cheias de cor, com termos difíceis, citando possíveis benefícios, quando, de fato, não passa de mera camuflagem.

Torno a falar: a novo padrão de rotulagem dos alimentos é uma vitória para a população que, por tanto tempo, padeceu na desinformação, mas que, hoje, recebe um verdadeiro aceno à sua saúde. Vamos dar um “viva” aos novos rótulos?

__________________________________________________________________________________________
* Ludmila Pereira de Araujo Souza é Nutricionista, especialista em Nutrição Clínica com ênfase nas enfermidades renais
Instagram: @ludmilapasouza.nutri - Email: [email protected]
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90