MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
10/10/2022 às 19h34min - Atualizada em 10/10/2022 às 19h34min

No Maranhão, expedição de campo encontra espécies ameaçadas de extinção

SECOM-MA
Guarouba guarouba (ararajuba), espécie ameaçada de extinção, beneficiada pelo PAT Meio Norte - Foto: Divulgação
 
As atividades do Plano de Ação Territorial para a Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção do Território Meio Norte (PAT Meio Norte) estão em andamento e a primeira expedição de campo no estado do Maranhão aconteceu entre os dias 20 e 30 de setembro, sob coordenação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), tendo encontrado espécies da flora e fauna criticamente ameaçadas de extinção, nos municípios de Açailândia, Bom Jesus das Selvas e Cidelândia.

As expedições de campo fazem parte da matriz de ações do PAT Meio Norte. Tem como objetivo identificar as espécies-alvo e beneficiadas nas localidades de ocorrência para mapear e subsidiar as pesquisas, avaliar o status de sua existência e as ações de conservação delas. 

Nesta primeira expedição pelo Maranhão, oito pesquisadores, sendo eles da SEMA, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Museu Paraense Emílio Goeldi, ICMBio da Paraíba, Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Imperatriz e a empresa Fauna Maranhão, em parceria, uniram esforços para dar início ao trabalho. 

Foram encontradas espécies criticamente ameaçadas de extinção e que não eram vistas, há muito tempo, as quais já se questionava total extinção, sendo 2 espécies-alvo do grupo das plantas a Erythroxylum ayrtonianum e a Rhinorea villosiflora. E outras 8 espécies beneficiadas, também ameaçadas de extinção, sendo que do grupo das aves, foram identificadas 6 espécies, sendo elas: Tinamus tao, Penelope pileata, Pteroglossus bitorquatus, Pyrrhura coerulescens, Guaruba guarouba, Dendrocolaptes medius. Do grupo das plantas encontraram a espécie Virola surinamensis e do grupo dos mamíferos a espécie Chiropotes satanas. A expedição de campo possibilitou também o registro de novas espécies de plantas para o Território Meio Norte, estima-se que aproximadamente 10 novos registros de plantas foram realizados.

O que é PAT Meio Norte?
PAT Meio Norte é um instrumento para orientar ações para os próximos 5 anos, para preservação, redução de ameaças e iniciativas que visem melhorar o estado de conservação de espécies ameaçadas de extinção no Território Meio Norte, que compreende os estados do Maranhão, Pará e Tocantins.

Tem financiamento do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF), implementação do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) e execução da Agência WWF-Brasil e de órgãos estaduais como a SEMA, do Maranhão; o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (IDEFLOR-Bio); e o Instituto Natureza do Tocantins (NATURANTINS).

Próximas ações
Outra expedição de campo já está agendada para acontecer no fim do mês de outubro, voltada para identificar espécies-alvo e beneficiadas que tem por habitat regiões cavernícolas localizadas no estado do Maranhão e do Pará. 

Em paralelo, várias ações estratégicas têm sido desenvolvidas para elaboração de material educativo, capacitação dos municípios envolvidos, dos órgãos estaduais e municipais de meio ambiente envolvidos, assim como a Oficina de Monitoria programada para acontecer já em novembro no município de Imperatriz a fim de avaliar a implementação do Plano. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90