MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
08/10/2022 às 00h19min - Atualizada em 08/10/2022 às 00h19min

Cadastro de compositores cresce 55% em cinco anos, diz Ecad

Mais de 17 milhões de canções são cadastradas

Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
 
 
Ontem (7) foi celebrado o dia do compositor brasileiro, aquele que é responsável por criar uma obra musical, seja uma nova letra, uma nova melodia ou até ambas.
Para comemorar a data, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) fez um levantamento sobre os compositores usando o seu banco de dados.

A pesquisa constatou que, nos últimos cinco anos, houve um crescimento de 55% na quantidade de cadastro de compositores nacionais filiados a uma das setes associações de música: Associação Brasileira de Música e Artes, Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes, Associação de Intérpretes e Músicos, Sociedade Brasileira de Autores, Compositores e Escritores de Música, Sociedade Independente de Compositores e Autores Musicais, Sociedade Brasileira de Administração e Proteção de Direitos Intelectuais e União Brasileira de Compositores.

Maioria é do  Sudeste
A maior parte (62%) é da região Sudeste, seguida pelo Nordeste (16%). Depois, aparecem o Sul (11%), o Centro-oeste (8%) e o Norte (2%). Em 10% dos casos não foi possível identificar a região porque os compositores não forneceram essa informação.

Segundo o estudo do Ecad, a cada mês, em média, 100 mil novas obras musicais nacionais e estrangeiras são cadastradas na gestão coletiva da música no Brasil. Atualmente, disse a instituição, mais de 17 milhões de canções fazem parte desse cadastro, mais do que o dobro do que existia há cinco anos, quando eram cerca de oito milhões.

Essas canções são cadastradas nas sete associações de música que administram o Ecad e é dessa forma que os compositores e artistas conseguem garantir seus direitos autorais de execução pública.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90