MENU

05/10/2022 às 19h26min - Atualizada em 05/10/2022 às 19h26min

Simone Tebet apoia Lula: “Reconheço nele o seu compromisso com a democracia e a Constituição”

Assessoria - PT
Simone Tebet: “O que está em jogo é muito maior do que cada um de nós” - Foto: Divulgação
 
A senadora Simone Tebet (MDB), que recebeu 4.915.423 votos no primeiro turno das eleições presidenciais e ficou em terceiro lugar, anunciou, na tarde desta quarta-feira (5) apoio ao ex-presidente Lula no segundo turno.
Durante coletiva, Tebet enfatizou que “o que está em jogo é muito maior do que cada um de nós”. “Depositarei nele (Lula) o meu voto, pois reconheço nele o seu compromisso com a democracia e a Constituição. O que desconheço no atual presidente”.

Tebet destacou que o Brasil de Bolsonaro promove o ódio e desavenças. Além disso, falou sobre a negação do seu desgoverno em relação à pandemia da Covid-19 e sobre a substituição de livros por armas nas escolas.

“Nos últimos quatro anos, o Brasil foi abandonado na fogueira do ódio e das desavenças. A negação atrasou a vacina, a arma ocupou o lugar dos livros. A iniquidade fez curvas a esperança. A mentira feriu a verdade”, afirmou Tebet. “Por tudo isso […], depositarei nele [Lula] o meu voto”.

 

Sugestões para governo de Lula

Mais cedo, Tebet almoçou com Lula na casa da ex-prefeita Marta Suplicy, em São Paulo, e sugeriu cinco propostas para o programa de governo do ex-presidente. Ela citou as propostas durante a coletiva de imprensa.
Confira:

1 – Educação – ajudar a zerar as filas de crianças entre 3 e 5 anos e implantar o ensino médio técnico, com poupança de 5 mil reais para quem finalizar o ensino.

2 – Saúde – zerar filas de exames, consultas e cirurgias.

3 – Endividamento das famílias – resolver o endividamento familiar para quem ganha até três salários mínimos.

4 – Sancionar lei que iguale salários entre homens e mulheres que desempenham, com currículo semelhante, o equivalente às mesmas funções.

5 – Ministérios plurais, com homens e mulheres e pessoas com deficiência. Todos tendo como requisitos a competência e a ética.

Simone concluiu o pronunciamento de apoio à candidatura de Lula: “Meu apoio não será por adesão. É para um Brasil que sonho ser de todos, generoso, sem fome e sem miséria, com educação de qualidade, de reformas estruturantes, com comida mais barata, emprego e renda”.

“Quero finalizar dizendo que até 30 de outubro estarei na rua vigilantes. Minhas preces, por uma campanha de paz”, disse a senadora.

Estiveram presentes no almoço, além de Lula, Tebet e Marta, Janja da Silva, o candidato a vice, Alckmin, o candidato ao governo do Estado de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »