MENU

05/10/2022 às 19h03min - Atualizada em 05/10/2022 às 19h03min

Festejo em Honra a Santa Teresa D’Ávila começa hoje

Confirmadas procissões fluvial e terrestre, em 15 de outubro, com o lema “170 anos de evangelização”

Raimundo Primeiro
Irmã Claudete Carvalho, Maria das Dores, padre Genésio Araújo (vigário), padre Edimar Arnaldo (pároco de Santa Teresa D’Ávila) e Francisco Sena (coordenador do festejo) - Foto: João Maurício Martins

 
Com o lema “170 anos de evangelização – 1852/2022”, começa hoje, 6 de outubro, o Festejo em Honra a Santa Teresa D’Ávila, padroeira e cofundadora de Imperatriz. 

A reportagem de O PROGRESSO, o padre Edimar Arnaldo, pároco da Igreja de Santa Teresa D’Ávila, disse que o objetivo religioso do evento é afirmar a fé no segmento a pessoa de Jesus Cristo, em vista da continuidade da evangelização, tendo em Santa Teresa a força motivadora da fé católica na região tocantina.

Acrescentou, que, por outro lado, busca criar e montar o Memorial de Santa Teresa, com a finalidade de reunir o maior número de informações sobre a vida dos devotos, religiosos e lideranças, desde o frei Carmelita Manoel Procópio do Coração de Maria.

Já o objetivo social é do festejo é levantar recursos para manutenção da Paróquia de Santa Teresa, priorizando a revitalização de toda parte elétrica, além de pagar alguns boletos do projeto de energia solar, instalado no início do ano.

Segundo o padre Edimar Arnaldo, “São Paulo nos apresenta Cristo humano, histórico, que, esvaziando de si mesmo, se ver nas mãos do Pai, ao ponto de dirigir, incansavelmente, súplicas”.

Padre Edimar Arnaldo ressalta Santa Teresa ser declarada mestra da oração em razão de, constantemente, se encontrar em oração. 

De acordo com o religioso, a oração é a porta de entrada para as sete moradas descritas por ela [Santa Teresa D’Ávila], como forma de si encontrar e de declarar a Deus, no mais alto grau.

Padre Edimar Arnaldo confirmou que as procissões fluvial e terrestre serão realizadas, a exemplo do que tradicionalmente ocorria antes da pandemia do novo coronavírus, com as pessoas nas ruas, manifestando o carinho que têm para com Santa Teresa D’Ávila.

Camisetas, nas cores roxa, preta e cinza, são comercializadas. Elas poderão ser adquiridas na Secretaria da Igreja de Santa Teresa D’Ávila, localizada na rua Frei Manoel Procópio, nº 411, setor Beira-Rio. 

Todas as noites, haverá movimentação de barracas, com shows, além dos leilões presenciais e virtuais.

FESTIVAL – No final do festejo, em 15 de outubro, Dia da Padroeira, feriado municipal em Imperatriz, será realizado o Festival de Prêmios. 

“Já são 170 décadas de história, várias gerações; muitos homens, sacerdotes, religiosos e religiosas, viveram esta experiência da festa de Santa Teresa, contaram, fizeram história”, complementou o padre Edimar Arnaldo, convidando a população para participar da edição 2022 do festejo.


Notícias Relacionadas »
Comentários »