MENU

21/09/2022 às 12h27min - Atualizada em 26/09/2022 às 00h01min

Winston Morales Chavarro é homenageado pela segunda vez no Brasil

Chavarro tem uma carreira de sucesso como jornalista e escritor na Colômbia, sendo um renomado poeta e narrador colombiano, escolhido para representar seu país no VI Encontro de Literatura Hispano-Americana em Paris

SALA DA NOTÍCIA OCBAL
https://ocbal.org
Divulgação

O escritor colombiano Winston Morales Chavarro foi homenageado pela segunda vez com um reconhecimento internacional no Brasil. A primeira vez foi com o prêmio Gente de Expressão do portal Mundo Latino e desta vez sua obra e sua trajetória é reconhecida pela OCBAL (Organização Cultural Brasil América Latina), que todos os anos presta homenagem a diversos escritores, fotógrafos e artistas plásticos de vários países.

Chavarro tem uma carreira de sucesso como jornalista e escritor na Colômbia, sendo um renomado poeta e narrador colombiano, escolhido para representar seu país no VI Encontro de Literatura Hispano-Americana em Paris, evento que acontece anualmente na capital francesa e reúne os mais destacados escritores de língua espanhola.

Poetas e escritores (um por país) da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, Espanha, República Dominicana, Uruguai e Venezuela representarão cada uma das nações de língua espanhola neste importante evento que conta com o apoio da Embaixada do Panamá e do Instituto Cervantes em Paris.

Vale esclarecer que o Instituto Cervantes é uma instituição pública criada pela Espanha em 1991 para a promoção e ensino da língua espanhola e das línguas co-oficiais e para a divulgação da cultura espanhola e latino-americana. Está presente em 90 cidades em 43 países nos cinco continentes.

A participação de Morales Chavarro acontecerá na quinta-feira, 29 de setembro, no Instituto Cervantes, 7 Rue Quentin-Bauchart, 75008 Paris, das 15h às 19h30. Morales Chavarro lerá trechos de seu romance Deus colocou um sorriso no  seu rosto, vencedor da IX Bienal Nacional de Romances "José Eustasio Rivera", e recentemente publicado na Espanha pela Editorial Círculo Rojo.

O VI Encontro de Literatura Hispano-Americana em Paris será realizado na capital francesa nos dias 28 e 29 de outubro de 2022.
 

De volta à Polônia

Terminado o VI Encontro de Literatura Hispano-Americana em Paris, o poeta, escritor e professor colombiano viajará à Polônia para uma série de apresentações em duas universidades e bibliotecas públicas polonesas nas cidades de Zielona Góra e Racibórz.

Na manhã do dia 3 de outubro de 2022, ele conversará com alunos e professores da Universidade de Zielona Góra e à tarde fará uma leitura na Biblioteca Pública Municipal C. K. Norwid em Zielona Góra, onde lerá alguns poemas de seu livro La Dulce Aniquirona , que foi traduzido para o polonês por Barbara Pirecka e publicado pela editora polonesa Anagram. A moderadora do evento será a acadêmica Joanna Kapica e a tradutora do espanhol para o polonês, a acadêmica Barbara Curzytek.

Na terça-feira, 4 de outubro de 2022, a partir das 18h, você terá uma apresentação e discussão e leitura no Klub “Tygodnika Powszechnego” na cidade de Zielona Góra, cidade do oeste da Polônia, próxima à fronteira alemã, pertencente para a voivodia de Lubusz.

No dia 6 de outubro estará de manhã na Universidade Profissional Superior do Estado de Racibórz e à tarde na Biblioteca Pública da cidade e concelho de Racibórz, Polónia.
 

Trajetória de Winston Morales Chavarro

Winston Morales Chavarro nasceu em Neiva em 1969, é mestre em Literatura Latino-Americana pela Universidade Andina Simón Bolívar em Quito, Equador, e professor em tempo integral na Universidade de Cartagena. Sua poesia explora a história do mito e o mistério da vida humana em textos com profunda profundidade formal e expressiva.

Em seus ensaios críticos busca interpretar algumas das poesias mais importantes do século XX na América Latina, entre outras, as de José Antonio Ramos Sucre, Carlos Obregón, César Dávila Andrade e Jaime Sáenz. 

Seus textos foram traduzidos para francês, inglês, polonês, alemão, romeno, chinês e italiano e incluídos em diversas antologias nacionais e estrangeiras.

Proferiu leituras e conferências nas Universidades de Antioquia, Surcolombiana e Cartagena (Colômbia); Szczecin, Cracóvia, Varsóvia, Wroclaw, Zielona Gorá, Racibórz e Poznan (Polónia); Harvard, Califórnia, Salem, Merrimack e Northern Essex Community College (Estados Unidos); Sonora (México) e Granada (Espanha).


Notícias Relacionadas »
Comentários »