MENU

25/09/2022 às 15h35min - Atualizada em 25/09/2022 às 15h35min

Livros & Leitura

Leia e comente!

Da Redação
GB Edições

Gestão da Travessia

Compreender as dificuldades da jornada como verdadeiras aberturas para o autoconhecimento é o convite que a mestre em Psicologia Juliana Bley faz aos leitores em “Gestão da Travessia”, lançamento da editora Almedina Brasil pelo selo Edições 70. A obra foi escrita para servir de mapa, bússola, remo e colete salva-vidas para aqueles que enfrentam grandes ondas e buscam ferramentas para lidar com transformações pessoais e profissionais. Avessa a definir uma fórmula universal sobre como encarar as mudanças na vida, a autora fornece embasamentos teóricos e práticos para formar “barqueiros da própria jornada”. Isso porque, segundo a psicóloga, cada pessoa trilha um caminho único que terá as próprias provações e recompensas. A partir de experiências como psicoterapeuta e vivências pessoais, Juliana mostra nas páginas do livro como a jornada do viver, apesar de sempre imprevisível, pode ser administrada com o conhecimento e as ferramentas certas. Com uma abordagem sistêmica e integral, que conecta mente, corpo, alma e o contexto coletivo, Juliana Bley incentiva a visualização do futuro com um olhar mais amplo para dentro e para o exterior, atento ao que está acontecendo em um mundo em constante transição. Segundo ela, este é o melhor caminho para amenizar e até mesmo eliminar o sofrimento que as mudanças podem gerar. O livro tem 138 páginas.
 

Antes Feito do que Perfeito, Mas Nunca Mal Feito

Atriz, apresentadora, influenciadora, palestrante e empresária. Estas são apenas algumas das profissões de Gabriela Lopes Gabriel, conhecida pelo público como Gabi Lopes, que desde cedo se mostrou determinada a conquistar seus sonhos e transformar a vida de outras pessoas. Em comemoração aos 20 anos do início da carreira artística, ela lança o livro “Antes Feito do que Perfeito, Mas Nunca Mal Feito”. Publicada pela Citadel Editora, a obra reúne 31 lições sobre disciplina, constância e outras dicas para quem quer aprender a superar pequenos e grandes obstáculos diários, e evoluir como pessoa. O livro externaliza um dos principais lemas carregados pela autora: tudo é aprendizado! Uma viagem, uma mudança, uma amizade, um relacionamento, um filme, uma novela... Ela acredita que cada vivência tem o poder de mudar, transformar e fazer as pessoas evoluírem. Por isso, Gabi propõe a leitura de um capítulo por dia, para ao fim de um mês o leitor aplicar os ensinamentos, adaptando-os à sua realidade. São dicas sobre gestão do tempo, rotinas, finanças e habilidades. Com páginas instagramáveis e prefácio do empresário e autor best-seller Caio Carneiro, o livro também instiga o convite para levar as reflexões às redes sociais. O livro tem 208 páginas.
 

Lucélia Santos: Coragem para Lutar

Dona de uma carreira nas artes incontestável, Lucélia Santos soube usar da fama em prol de seus valores e não somente para enriquecer ou para benefício próprio. Em sua biografia “Lucélia Santos: Coragem para Lutar” conhecemos histórias e temos acesso a depoimentos que narram a trajetória de uma mulher que fez de seu personagem mais icônico, uma escrava, o trampolim para que sua voz, imagem e ações convergissem em uma luta – travada até hoje – contra discursos de ódio e em defesa das minorias. A obra que chega às livrarias pela editora Telha foi escrita pelo jornalista Eduardo Meirelles, narra a trajetória que mescla os momentos de fama da atriz talentosa com a mulher de fibra, dona de si e que colocou a carreira em cheque para lutar em prol de seus ideais. A atriz esteve no front de diversos movimentos e batalhas políticas nos últimos 40 anos, desde as movimentações em defesa da Anistia aos presos políticos, as Diretas Já, o processo de surgimento da figura Luiz Inácio Lula da Silva, a fundação do Partido dos Trabalhadores e do Partido Verde, este último do qual teve protagonismo central em sua construção no período de redemocratização. “Lucélia Santos: Coragem para Lutar” conta como foi fundamental a relação de Lucélia como agente de construção de acordos bilaterais com a China que, à época, acabara de sair da Revolução Cultural e abria-se para o mundo capitalista. Foi peça chave para as primeiras construções de acordos comerciais e culturais entre Brasil e China que estão vigentes até os dias atuais, sendo a China, hoje, uma das maiores parceiras do Brasil no que tange ao comércio exterior. O livro tem 140 páginas.
 

Casa Arrumada, Vida Leve

Você já teve a sensação de que não importa o quanto organize a sua casa, parece só estar mudando a bagunça de lugar? Era assim que a autora de “Casa Arrumada, Vida Leve” se sentia. Após o casamento, a mudança de apartamento e a chegada dos filhos, Nalini Grinkraut, que até então se considerava uma pessoa organizada, percebeu que havia perdido o controle da própria bagunça. Então, Nalini decidiu desvendar os mistérios da arrumação e aprender a organizar de fato. Foi aí que conheceu Marie Kondo, que a fez mudar sua percepção da organização, e a inspirou a seguir carreira como personal organizer e criar o próprio método de arrumação. A autora traz reflexões sobre como nossas emoções, personalidade e rotina influenciam o ambiente em que vivemos e vice-versa. Além disso, nos mostra que é possível desenvolver uma relação mais consciente e saudável não só com a organização, mas também com a bagunça e nossos hábitos de consumo. Com 224 páginas, o livro é da Editora Harper Collins.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »