MENU

21/09/2022 às 19h38min - Atualizada em 21/09/2022 às 19h38min

Assalto a joalheria termina com dois ladrões presos e três mortos em Açailândia

Um dos presos faleceu na viatura policial após sofrer um infarto fulminante

Dema de Oliveira
Joias roubadas e recuperadas pela polícia - Fotos: Divulgação
 
Um assalto a uma joalheria de Açailândia no início da tarde de terça-feira (20) terminou com dois ladrões presos e três mortos. Um infartou e morreu após ser preso e dois tombaram em confronto com a Polícia Militar.

De acordo com o que foi apurado pela polícia, os ladrões sequestraram um motorista de aplicativo, levaram o mesmo para um “cativeiro” localizada em uma chácara na Vila Ildemar, onde ficou sob a mira de armas de um casal, enquanto que seus comparsas, quatro homens e mais uma mulher, usavam o carro da vítima para assaltar a joalheria.

Ainda segundo apuração, no momento em que os assaltantes fugiam, foram avistados pela guarnição que faz o patrulhamento no centro, que tentou interceptá-los, mas estes atiraram contra a viatura e seguiram em fuga pela BR -222, sentido Pequiá.

Quando se aproximavam da entrada da Vila Ildemar foram interceptados novamente pela polícia, que mais uma vez foi recebida a bala pelos indivíduos. Na troca de tiros, um dos assaltantes foi alvejado, ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu antes de dar entrada no hospital, e três foram presos. Um dos presos infartou dentro da viatura, também foi socorrido mas já chegou sem vida no hospital.

Após a troca de tiros, os PM’s foram informados pelos presos de que o motorista de aplicativo estava num cativeiro na Vila Ildemar, nas proximidades do polo moveleiro. Os policiais foram ao local, onde um dos envolvidos também reagiu atirando contra a polícia, que revidou e o bandido acabou morrendo.

A Polícia apurou que todos os envolvidos têm passagens pelo sistema prisional pela prática de vários crimes, inclusive esse de sequestro mediante extorsão, roubo qualificado e majorado e seriam todos de fora de Açailândia.

Todas as joias levadas no assalto foram recuperadas. Duas mulheres integrante do bando conseguiram fugir. A polícia continua realizando diligências para prendê-las.

Os corpos dos assaltantes mortos foram trazidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, para os procedimentos legais. 

O PROGRESSO apurou que ao todo foram sete assaltantes, sendo que apenas dois foram identificados até ontem. André Guimarães Silva, 29 anos, de Bacabal, que seria o bandido que morreu após sofrer um infarto dentro da viatura, e Josierique dos Santos, da cidade de Timbiras, um dos que morreram em troca de tiros com a polícia. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »