MENU

17/09/2022 às 10h48min - Atualizada em 17/09/2022 às 10h48min

Suspeitos de assassinar indígena Guajajara são presos

De acordo com a Polícia Civil, após uma briga em um bar, os suspeitos aguardaram Antônio Cafeteiro Silva Guajajara sair do estabelecimento e efetuaram seis disparos.

​ Assessoria/Polícia Civil
Suspeitos de assassinar a tiros indígena Guajajara são presos - Foto: Divulgação/ Polícia Civil
  
Dois suspeitos de assassinar a tiros o indígena Antônio Cafeteiro Silva Guajajara foram presos na manhã desta sexta-feira (16), na cidade de Arame, a cerca de 338 km de Imperatriz. 

O homicídio aconteceu no dia 11 de setembro, na estrada do Povoado Jiboia, na zona rural do município.

De acordo com a Polícia Civil, após uma briga em um bar, os suspeitos aguardaram o indígena sair do estabelecimento e efetuaram seis disparos de arma de fogo contra ele. No momento do crime, a vítima estava na presença de sua companheira e de um dos filhos do casal, uma criança de colo.

O corpo de Antônio Cafeteiro foi retirado do local da execução e levado para uma residência, o que motivou uma investigação pelo delito de fraude processual, em razão da alteração na cena do crime.

Após várias diligências, a Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Polícia Civil de Arame, com o apoio da Delegacia Regional de Buriticupu, conseguiu identificar e cumprir os mandados de prisão preventiva contra os dois suspeitos.

Segundo a polícia, um dos homens é familiar da vítima e, durante o interrogatório, um deles também confessou o crime. Os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão custodiados à disposição da justiça. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »