MENU

14/09/2022 às 19h24min - Atualizada em 14/09/2022 às 19h24min

26º BPM prende traficante e apreende 27 quilos de maconha enterrados em Açailândia

O homem identificado apenas por Jhonatan, acusado de ser o dono da droga, foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Açailândia

Dema de Oliveira
Droga apreendida em Açailândia estava enterrada no quintal de uma casa - Foto: Divulgação/PM-26º BPM
 
Policiais do Serviço de Inteligência (SI), Esquadrão Águia e Força Tática (FT), do 26º BPM, sediado em Açailândia, apreenderam 27 quilos de maconha e prenderam um traficante. 

O homem, identificado apenas por Jhonatan, acusado de ser o dono da droga, foi preso e levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Açailândia, onde foram realizados os procedimentos que o caso requer. Jhonatan foi autuado em flagrante delito por tráfico de droga e associação pelo tráfico, pela autoridade policial de plantão.

A ação policial aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (14), em uma chácara localizada próximo à Vila Aulídia, um dos redutos mais violentos da cidade de Açailândia, distante 72 km de Imperatriz.

Na verdade, os policiais estavam realizando diligências, no sentido de prender um casal que havia praticado vários assaltos na noite anterior. O casal marginal, segundo testemunhas e as próprias vítimas, estavam usando uma motocicleta Honda Titan 150, cor vermelha. Quando chegaram ao local, os policiais avistaram a motocicleta estacionada, entraram na chácara e encontraram Jhonatan e os 27 quilos de maconha do tipo prensada, que também foram levados e apresentados na Delegacia Regional de Polícia Civil de Açailândia. Jhonatan era o piloto de fuga da motocicleta, durante os ataques às vítimas, enquanto que a mulher, que ainda não foi identificada e que está sendo procurada pela polícia, vinha na garupa e praticava os roubos. 

Jhonatan tinha um mandado de prisão em aberto, haja vista que tinha recebido o benefício de saída temporária do dia dos pais, e não tinha retornado. Por isso o Juiz da Vara de Execuções Penais de Açailândia deferiu mandado de prisão contra ele, que também perdeu a progressão de pena por meio do regime de prisão semi-aberta, condição para ter direito a saída temporária. Jhonatan voltou ao regime de prisão fechada, até porque além do mandado de prisão, ele foi autuado em flagrante por tráfico de droga e associação para o tráfico.

Notícias Relacionadas »
Comentários »