MENU

12/09/2022 às 09h23min - Atualizada em 13/09/2022 às 00h00min

Busca por capital acelera investimentos no agronegócio

SALA DA NOTÍCIA Juliana Chagas
Divulgação

O agronegócio se tornou um importante pilar da economia brasileira, responsável por 60% das nossas exportações e por 20% dos empregos gerados no país. No entanto, o mercado rural tem sofrido bastante devido à escassez de crédito e com o aumento de muitos insumos no segmento. Para se ter uma ideia, de acordo com dados do Cepea, entre o final do primeiro semestre de 2018 e mesmo período de 2022, o preço do boi gordo subiu 117%, do milho 161,9% e da soja, 171,4%. 

Diante deste cenário, percebe-se que a tendência é de compressão de margens e, por consequência, maior demanda por capital. Por isso, muitos produtores passaram a buscar alternativas para a captação de recursos, sem que tenha o intermédio bancário, devido às burocracias dessas instituições financeiras. 

E para minimizar esse impacto e corroborar com as iniciativas de sustentabilidade do agronegócio no país, a procura por recursos por meio de Fiagro, CRA, CPR e crowdfunding (financiamento coletivo), tem crescido, por oferecer soluções inovadoras de crédito para que empresários possam captar recursos para impulsionar as suas empresas.

De acordo com José Luis Bassani, Business Developer de Agronegócio na Bloxs, a plataforma possui uma tecnologia para análise de instrumentos de captação para o setor que reduzirá a dependência dos produtores a recursos do governo e do sistema de crédito tradicional. “É consenso no setor que o agronegócio não cabe mais no atual mercado de crédito brasileiro. Atualmente, nossos produtores rurais dependem basicamente de linhas de crédito fornecidas pelo governo e pelo sistema bancário tradicional na forma de produtos de renda fixa”, explica Bassani.


Notícias Relacionadas »
Comentários »