MENU

08/09/2022 às 19h09min - Atualizada em 08/09/2022 às 19h09min

Tragédia: Trabalhadores que ateavam fogo para limpar pasto morrem carbonizados em Joselândia

Três homens perderam o controle das chamas e não conseguiram fugir do incêndio

Dema de Oliveira
Incêndios crescem no sul do Maranhão - Foto: Divulgação
 
Três trabalhadores que estavam usando fogo para limpar o pasto morreram carbonizados nesta terça-feira (6) em Joselândia, a 429 km de Imperatriz, no interior do Maranhão. As vítimas ainda não haviam sido identificadas e a Polícia Civil investiga o caso.

O incêndio aconteceu em uma fazenda no Povoado Nova Vida, após um deles colocar fogo na mata e perder o controle das chamas. Os três não conseguiram deixar o local e acabaram morrendo.

Neste período de setembro, as altas temperaturas e a baixa umidade favorecem as queimadas na região Sul do Maranhão. Em Balsas, uma queimada que começou em uma área de reserva ambiental avançou para a palhada - restos de plantação que os agricultores utilizam para manter os nutrientes do solo -, e destruiu grande parte da colheita de milho.

No mesmo município, um incêndio acabou atingindo um dos galpões dessa granja que produz ovos. O Corpo de Bombeiros conseguiu evitar que as chamas se espalhassem para outras áreas, mas centenas de aves morreram queimadas.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Maranhão ocupa o 4ª posição no ranking de queimadas no país, atrás apenas do Pará, Mato Grosso e Amazonas. Só em 2022 foram 8767 focos em todo estado, sendo mais da metade na região Sul do estado.

Notícias Relacionadas »
Comentários »