MENU

08/09/2022 às 08h57min - Atualizada em 08/09/2022 às 08h57min

Na ExpoColinas, Ruraltins expõe vitrines Agrícolas economicamente viáveis e sustentáveis para a agricultura famíliar

No estande do órgão o visitante tem acesso à informação e demonstrações práticas sobre o cultivo de hortaliças hidropônicas

Edvânia Peregrini
Imprensa/RURALTINS
Na área do meliponário, o técnico do Ruraltins Wandro Cruz realizou três momentos com orientações sobre a criação de abelha sem ferrão - Foto: Delfino Miranda


Com atividades e vitrine agrícolas voltadas para o produtor rural interessado em diversificar sua produção, com foco na geração de renda e melhoria na qualidade de vida da sua família, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) participa da ExpoColinas 2022. A exposição Agropecuária de Colinas do Tocantins ocorre Parque de Exposição Noir Inácio Oliveira Newton, entre os dias 02 e 10 de setembro.

No estande do órgão o visitante tem acesso à informação e demonstrações práticas sobre o cultivo de hortaliças hidropônicas, feito diretamente na água, com ausência de solo; a instalação do sistema e a criação de peixes na modalidade Bag Fish;  e a criação de abelhas nativas (sem ferrão) para a produção de meliponicultura.

Nessa terça-feira, 06, completando a participação do órgão na exposição, o engenheiro de Pesca Renan Sousa participou do workshop Piscicultura Sustentável com a ministração da palestra Regularização Ambiental na atividade de Piscicultura.

"O Tocantins é o estado que está mais avançado quanto à regularização ambiental da atividade de piscicultura, com políticas públicas que facilitam e agilizam o processo de regularização", destacou

O engenheiro citou como exemplos a Lei complementar n⁰ 130, que desburocratiza a regulamentação e torna a atividade mais acessível e atrativa para novos investidores; e Lei 3.515/2019 sobre a Isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) até 2024; e o funcionamento de três frigorífico de pescado. 

Entre os beneficiados com a nova lei complementar n⁰ 130 estão os pequenos piscicultores. De acordo com a lei, em atividades com áreas de até 5 (cinco) hectares de lâmina d’água em tanque escavado, em barragens de acumulação de água da chuva com até 50 (cinquenta) hectares e tanques rede de até 10.000 (dez mil) metros cúbicos de água ficam dispensados de licenciamento ambiental e outorga, bem como do pagamento de taxas de registro e outorga de direito de uso de recursos hídricos, devendo, obrigatoriamente, preencher cadastro junto ao Naturatins.

Presente no evento, o presidente Washington Ayres destacou a importância do órgão em não só disseminar novas tecnologias para melhorar a produtividade do produtor rural, como também levar as políticas públicas e os seus benefícios ao agricultor. "Nosso trabalho Além de levar o conhecimento técnico para o produtor ter oportunidade de desenvolver sua atividade Agrícola, é oferecer condições que facilitem isso, e o Governo do Estado tem trabalhado políticas públicas para viabilizar o agrodesenvolvimento do Tocantins".

Durante o workshop o produtor rural de Colinas, José Carlos Pereira, recebeu o projeto técnico elaborado pelo engenheiro de Pesca Renan em parceria com a prefeitura municipal de Colinas, para ampliar a sua produção, que atualmente está em torno de 6 a 8 mil quilos de peixes redondos. 

"Com a instalação do aerador e mais 2 tanques nossa expectativa é produzir 12 mil quilos de pescado por ciclo. E o Renan e a prefeitura tem nos ajudado muito com isso" disse.

Na área do meliponário, o técnico do Ruraltins Wandro Cruz realizou três momentos com orientações sobre a transferência de enxames, construção de suportes para abelha sem ferrão e multiplicação de enxames de abelha uruçu amarela pelo método de incômodo mínimo. 

"Nós estamos aqui na feira com um meliponário montado com seis espécies de abelha nativas sem ferrão mostrando a viabilidade dessa atividade que se apresenta como alternativa agroecológica e rentável para a agricultura familiar", disse o técnico.

Abertura da Regional

Aproveitando a ocasião, o gestor do Ruraltins, Washington Ayres, reuniu a equipe presente e autoridades locais de Colinas para a abertura oficial da Unidade Regional de Colinas, criada em junho deste ano.

A Regional vai atender 18 municípios da região, sendo eles: Colinas, Bandeirantes, Pequizeiro, Palmeirante, Itapiratins, Itacajá, Pau D'Arco, Arapoema, Bernardo Sayão, Juarina, Couto Magalhães, Brasilândia, Presidente Kennedy, Tupiratins, Itaporã, Guaraí, Colmeia e Goianorte.


Notícias Relacionadas »
Comentários »