MENU

06/09/2022 às 15h29min - Atualizada em 08/09/2022 às 00h00min

Transfeera cresce 89% e aposta em iniciador de pagamentos para continuar expansão

Por Fabiana Rolfini - Startups.Com.Br

SALA DA NOTÍCIA Fabiana Rolfini
A Transfeera, fintech catarinense de gestão e automação de pagamentos e recebimentos, vai muito bem, obrigada, depois que redirecionou seus olhares só para o Pix, desde 2021, e passou a focar seu negócio em marketplaces e outras fintechs. 

A startup encerrou o 1º semestre com crescimento de 89% no faturamento, somando R$ 7,1 milhões, em comparação aos R$ 3,7 milhões obtidos no mesmo período de 2021. Ainda segundo os números obtidos com exclusividade pelo Startups, o aumento na base de clientes foi de 66%, na mesma comparação, saltando para 457 empresas. Já o valor movimentado de pagamentos e recebimentos pela plataforma cresceu 206% para R$ 5 bilhões.

Fernando Nunes, cofundador e CMO da Transfeera, credita todo esse crescimento à migração do modelo de negócio totalmente baseado no Pix para solucionar os desafios de pagamento para clientes corporativos. “Em 2021 fomos aprendendo com os segmentos que tínhamos mais aderência e fizemos algumas atualizações dentro de casa para focar, o que nos permitiu aperfeiçoar nossa máquina de vendas, melhorar a captação de clientes e gerar caixa”, afirma Fernando.
 

Iniciador de pagamentos

Para dar continuidade à sua expansão, a Transfeera anuncia sua própria API de iniciador de pagamentos voltada exclusivamente para o Pix, que promete reduzir em mais de 50% as etapas de pagamentos online. O que antes precisava de sete etapas para finalizar uma venda, agora com apenas três passos é possível concluir a operação.

A iniciação de pagamentos é um dos elementos principais do Open Finance, que otimiza e agiliza o processo de compras online. Na prática, diretamente do site da loja, o consumidor inicia o pagamento sem precisar acessar o aplicativo ou internet banking da instituição financeira que deseja utilizar para pagar. 

Ao clicar no botão pagar, mostra-se uma tela com o resumo da transação. Confirmada a operação, aparece uma lista de bancos e carteiras digitais para efetuar o pagamento, então seu app do banco é aberto automaticamente com os dados da transação e basta fializar clicando em pagar.

Funcionamento do iniciador de pagamentos da Transfeera (Foto: Divulgação)

O principal uso da funcionalidade é para o e-commerce e o benefício é mútuo. Ao mesmo tempo que o cliente faz uma compra descomplicada e direta, o lojista também ganha ao diminuir a quantidade de etapas do checkout e, consequentemente, aumenta a conversão de vendas. 

Ainda de acordo com Fernando, a solução é um produto beta em fase de testes, com melhorias contínuas sendo feitas na tecnologia. “Estamos em conversas com alguns marketplaces e e-commerces para a adoção da solução e nossa expectativa é de terminar o ano com até dois clientes rodando”, finaliza. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »