MENU

06/09/2022 às 18h53min - Atualizada em 06/09/2022 às 18h53min

Encontro de negócios aproxima empresários maranhenses e entidades do Sistema S

Mais de 50 fornecedores de diferentes ramos da economia participaram do encontro em São Luís, e puderam conhecer as demandas de compra de produtos e serviços de nove entidades empresariais do Maranhão

Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Foto: Divulgação/Fiema
 
SÃO LUÍS – Apresentar às empresas fornecedoras locais as demandas do Sistema S, proporcionando a elas a oportunidade de vender produtos e serviços a um grupo de nove entidades empresariais. Esse foi o objetivo do Encontro de Negócios do Sistema S, promovido pelo Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF Maranhão), que reuniu 54 empresários na Casa da Indústria Albano Franco. A proposta do encontro é fazer a conexão das empresas com as entidades SESI/SENAI, SESC/SENAC, SEST/SENAT, SENAR, SESCOOP, SEBRAE para que conheçam as necessidades de compra rotineiras e programadas das instituições. O PDF é mantido pelas empresas Alumar, Equatorial Energia, Eneva, Solar Coca-Cola e Vale, e sua gestão é compartilhada entre a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) e o governo do Estado do Maranhão. 
 
“Estas entidades vieram hoje aqui como compradoras, para apresentar para os fornecedores locais as suas demandas de aquisição de materiais e de contratação de serviços. São demandas muito variadas, que vão desde coisas simples, como aquisição de material elétrico, hidráulico, até obras, contratação de fabricação de estruturas metálicas. Então, são várias oportunidades para os fornecedores locais se apresentarem, entenderem as necessidades, entenderem como o Sistema S contrata, como ele lícita, e a partir daí poder participar e fornecer para essas entidades que estão hoje aqui na FIEMA”, afirmou Carlos Jorge Taborda, gestor do PDF pela FIEMA.   

O vice-presidente executivo da FIEMA e presidente do Conselho Temático de Micro e Pequenas Empresas da Federação, Celso Gonçalo, fez a abertura do Encontro de Negócios do Sistema S e reafirmou o papel do Programa para a geração de oportunidades aos empresários locais. “Estamos felizes em fazer parte desse cenário, onde as empresas maranhenses têm cada vez mais oportunidades de fazer negócios e de fornecerem para grandes empreendimentos. Precisamos defender esse mercado, que é nosso, e comprar de quem produz localmente. Esse é o trabalho do PDF e hoje, as entidades estão reunidas aqui, apresentando suas demandas para que essas empresas conheçam, e assim, possam se organizar para fazer negócios com essas nove entidades”, ressaltou Gonçalo, que também preside o Conselho Deliberativo do Sebrae-MA.  

Além do encontro propriamente dito, no qual as empresas maranhenses têm a oportunidade de se apresentar aos compradores, pelo site do programa, as entidades do Sistema S poderão obter informações individualizadas sobre os fornecedores. É que cada negócio cadastrado no PDF tem uma página exclusiva no site, que dá destaque aos dados da empresa, seus produtos e serviços. Funciona como uma vitrine para a empresa, e é uma forma de facilitar a pesquisa pelos compradores. 
 
“Achei tudo muito prático. O evento dá acessibilidade aos compradores. É um elo que vocês estão criando pra eu chegar nas grandes empresas sem eu ter que ficar ligando ou indo de porta em porta, tentando descobrir quem é o comprador. Eu não tenho uma palavra mais certa do que essa: oportunidade”, disse a empresária Viviane Costa, do ramo de comunicação visual, que achou a metodologia do encontro simples e rápida. Ela tem uma MEI e participa pela primeira vez da iniciativa do PDF.  

As demandas expostas pelos representantes das entidades do Sistema S são inúmeras e diversas, vão desde a contratação de serviços como reforma e construção, locação de veículos, serviços gráficos de comunicação visual, até a compra de material de expediente, mobiliário, compra de material de pintura, material elétrico e hidráulico.  

“Cada entidade tem múltiplos serviços que presta à sociedade, aos trabalhadores da indústria, do comércio, do transporte etc. E para conseguir prestar esses serviços, elas demandam muito. Então, é um sem-número de oportunidades que os fornecedores locais têm de participar das licitações e de começar a fornecer para as nove entidades do Sistema S que hoje estão aqui no nosso encontro de negócios”, destacou o coordenador do FIEMA/PDF.  

A busca pela conexão com outras empresas foi o que levou Adriano Rocha, da Habitat Consultoria Ambiental, a participar de mais esse evento na FIEMA. “Nós já tivemos a oportunidade de participar em outras edições dos encontros de negócios promovidos pelo PDF. Sempre é muito interessante e de grande valia para a nossa empresa, porque temos a oportunidade de alimentar networking, conhecer pessoas, falar sobre negócios. Abre um leque imenso de possibilidades”.   

Esse é o sétimo encontro de negócios promovido pelo PDF Maranhão este ano. O evento é conhecido por gerar conexões e criar oportunidades de negócios para as empresas locais, que apresentam seus portfólios de produtos e serviços para empresas e entidades compradoras. O próximo está marcado para o dia 21 de setembro, com a Alumar. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »