MENU

06/09/2022 às 16h15min - Atualizada em 06/09/2022 às 18h47min

Agribusiness desponta como único segmento em ascensão

Setor cresceu mais de 6% no último ano

SALA DA NOTÍCIA Lívia Aragão Mc Cardell
www.ipcbr.com
IPC Maps
Entre abril de 2021 e abril de 2022, o Agronegócio brasileiro foi o único setor econômico que conseguiu ampliar sua participação no mercado, sendo responsável atualmente por 764.377 empresas instaladas no País — 6,1% a mais que em 2021. É o que aponta a Pesquisa IPC Maps, especializada em potencial de consumo dos brasileiros há quase 30 anos, com base em dados oficiais.

Segundo Marcos Pazzini, diretor do IPC Maps, o segmento “vem tendo resultados positivos ao longo dos últimos anos, o que se reflete na quantidade de estabelecimentos existentes”. Tal incremento do perfil empresarial no agronegócio deve-se principalmente à região Sudeste, que concentra 677.111 unidades no setor; seguida pela Sul contando com 28.961 companhias, Centro-Oeste e seus 27.911 estabelecimentos, Nordeste com 21.717 e, por último, Norte totalizando 8.677 empresas.

O levantamento detalha, ainda, a natureza jurídica desse montante presente no País. Assim, ao contrário dos outros setores, nota-se uma maior concentração de empresas nos segmentos que geram mais empregos, como Sociedades Limitadas (Ltdas.) e Anônimas (S/As), com 664.365 unidades. Em seguida, aparecem os 59.114 Microempreendedores Individuais (MEIs), 30.518 Microempresas (MEs) e, por fim, 10.380 Empresas de Pequeno Porte (EPPs).   .

Sobre o IPC Maps
Publicado anualmente pela IPC Marketing Editora, empresa que utiliza metodologias exclusivas para cálculos de potencial de consumo nacional, o IPC Maps destaca-se como o único estudo que apresenta em números absolutos o detalhamento do potencial de consumo por categorias de produtos para cada um dos 5.570 municípios do País, com base em dados oficiais, através de versões em softwares de geoprocessamento. Este trabalho traz múltiplos indicativos dos 22 itens da economia, por classes sociais, focados em cada cidade, sua população, áreas urbana e rural, setores de produção e serviços etc., possibilitando inúmeros comparativos entre os municípios, seu entorno, Estado, regiões e áreas metropolitanas, inclusive em relação a períodos anteriores. Além disso, apresenta um detalhamento de setores específicos a partir de diferentes categorias.

Notícias Relacionadas »
Comentários »