MENU

06/09/2022 às 18h31min - Atualizada em 06/09/2022 às 18h31min

Homem em situação de rua é baleado na área da Beira-Rio e morre a caminho do Socorrão

Caso aconteceu no fim da noite desta segunda-feira, na Avenida Getúlio Vargas

Dema de Oliveira
Marcos Antonio chegou a ser socorrido mas não resistiu - Foto: Divulgação/Redes Sociais
 
A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) abriu inquérito criminal com a finalidade de investigar o primeiro caso de homicídio nesse mês de setembro de 2022. 

A vítima foi um homem em situação de rua e usuário de droga, identificado por Marcos Antonio Silva Bonfim, 32 anos, cujo corpo se encontra no Instituto Médico Legal (IML) à espera de familiares para reconhecimento e posterior liberação.

Marcos Antonio foi alvejado com um tiro na nuca, disparado por uma arma espingarda calibre 36, conforme vestígios deixados por um cartucho desse calibre, encontrado e recolhido pela perícia criminal para ser juntado ao inquérito. O caso aconteceu no fim da noite de segunda-feira (5), na Avenida Getúlio Vargas, na área da Beira Rio, por volta de 23h30. Sangrando muito, Marcos Antonio foi encontrado caído, ocasião que moradores da área acionaram socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que prestaram os primeiros socorros, constatando que o caso era grave. O disparo culminou com a perda de massa encefálica. 

Marcos Antonio morreu a caminho do hospital e o corpo foi levado direto para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil tem uma pista dos suspeitos do crime. Já sabe, por exemplo, que foi um casal que estava em uma bicicleta que baleou Marcos. O homem encostou a bicicleta em Marcos, que transitava a pé, e efetuou o disparo praticamente a queima-roupa.  Esse foi o primeiro homicídio de setembro e o de número 67 do ano. No mês de agosto, foram registrados cinco homicídios. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »