MENU

31/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 31/10/2020 às 00h00min

DPE/MA, MPT-MA e Semcas lançam projeto para a geração de trabalho e renda de pessoas que viviam em situação de rua na capital

Ascom DPE-MA
Projeto foi lançado visando qualificar e reinserir as pessoas de rua no mercado de trabalho - Fotos: Divulgação
A partir de quarta-feira, 22 pessoas que viviam em situação de rua, em São Luís, dentre elas dois venezuelanos refugiados, terão a oportunidade de reconstruir suas vidas com a participação em projeto que visa qualificá-los e reinseri-los no mercado de trabalho. Intitulada “Da rua para uma nova vida: alimentando sonhos, gerando oportunidades”, a inciativa foi lançada a partir de esforço conjunto e articulações conduzidas pela Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA), Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) e a Secretaria da Criança e Assistência Social de São Luís (Semcas).

O evento, realizado no pátio interno da DPE/MA, respeitando todos os protocolos sanitários recomendados pelas autoridades de saúde, em razão da pandemia, contou com as falas de boas-vindas da diretora da Escola Superior da Defensoria Pública, Cristiane Marques, representando a Administração Superior, do procurador do Trabalho Marcos Rosa e da titular da Semcas, Andreia Lauande. A apresentação do projeto e os agradecimentos a todos os parceiros e instituições envolvidas couberam à assistente social da  Defensoria  Pública Guadalupe Barros, que integra a equipe do Núcleo de Direitos Humanos (NDH), responsável pela coordenação dos trabalhos na instituição.

Também fazem parte da rede de apoio do projeto, no Maranhão, o Consultório na Rua, o Movimento População de Rua (Pop-Rua), a Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas (Remadd), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Centro de Apoio Psicossocial - Álcool e Drogas (CAPS AD), a Assembleia de Deus do Vinhais, entre outros parceiros.

Para Cristiane Marques, o projeto vai ao encontro de uma das diretrizes da gestão da DPE/MA, que é a aproximação com a comunidade. “É uma imensa felicidade participar deste ato tão bonito, uma vez que a nossa missão vai muito além de judicializar causas, passa pela promoção dos direitos humanos. Por isso, sempre tenham na  Defensoria  um braço amigo nesse processo de transformação social, que move a nossa instituição”, destacou a defensora pública.

A fala do procurador Marcos Rosa foi pautada em uma mensagem de incentivo aos novos integrantes do curso, que, segundo ele, poderão auxiliar na busca de novas histórias de vida a serem impactadas pelo projeto. “Ainda em 2019, o defensor Jean Carlos nos procurou para formatamos esse projeto, cuja inspiração é de uma experiência semelhante desenvolvida, com sucesso, no estado do Goiás. Entendemos que também temos uma responsabilidade social muito grande de resgatar essas pessoas, contribuindo para elevar os indicadores do Maranhão, um estado marcado por muitas desigualdades”, declarou, lembrando da participação da procuradora do Trabalho Renata Océa, como uma das idealizadoras do projeto.

Conforme a programação, os convidados do evento tiveram a oportunidade de acompanhar também o discurso emocionado de uma das integrantes do curso, Thaís Pereira, representando os beneficiados. “O que eu quero falar para todos os participantes desse curso, que não desistam e sigam até o fim, em busca de uma vida melhor para a gente e nossa família”, disse, ressaltando que começou a ver a vida tomar novo rumo quando foi contemplada com uma unidade do Programa Minha Casa, Minha Vida. “Agora é estudar, aprender, para conseguir um bom trabalho”.

Fazendo referência a Thaís, Andréia Lauande ressaltou a importância do projeto, na perceptiva de fortalecer o conjunto de políticas públicas desenvolvidas pelo Município de São Luís em favor dessa população. “Estamos muito felizes por encontrar pessoas que já estiveram na rua e hoje lutam para reconstruir suas jornadas. Agradeço à  Defensoria e ao Ministério Público do Trabalho, pela parceria, nos dando a oportunidade de continuar avançando nesse trabalho”, assinalou.
A iniciativa maranhense foi inspirada no projeto de empregabilidade “Mais Um Sem Dor”, promovido pelo MPT-GO, Justiça do Trabalho, Organização Internacional do Trabalho (OIT),  Defensoria  Pública e Senac. A experiência goiana envolve três projetos, que foram unificados: “Cozinha e Voz”, “Costurando Poemas” e “Longe das Ruas, Perto dos Sonhos”, todos com foco em população em situação de vulnerabilidade social.

O defensor Jean Nunes, do NDH, não pode participar da solenidade de lançamento, mas mandou desejo de sucesso aos integrantes do curso. “Em razão da audiência realizada pela Vara de Interesse Difusos e Coletivos, nesta terça-feira, para discutir a situação das donas de bancas de jornais e revistas, não poderei acompanhar o evento, que preparamos com o maior carinho para receber essa turma, que terá a chance, agora, de reconstruir suas vidas de forma digna”, explicou.

Funcionamento do projeto -  A primeira turma terá 22 participantes, incluindo dois venezuelanos refugiados, que receberão formação técnica na área de culinária e capacitação humanística. O curso será divido em duas etapas: parte psicopedagógica e parte prática. As atividades psicopedagógicas acontecerão a partir desta quarta-feira, 28, e se estenderão até o dia 5 de novembro próximo, sempre das 14h às 17h30, no Centro Pop de Acolhimento, no Centro. As aulas de culinária ocorrerão de 9 a 20 de novembro, das 14h às 18h, no Centro de Promoção Social da Assembleia de Deus, no Vinhais. O Senac será responsável pela formação técnica.

Dentre os pratos que os integrantes da oficina irão aprender estão comidas regionais e comidas de boteco. De acordo com Guadalupe Barros, o encerramento do curso está previsto para o dia 23 de novembro, com a entrega de certificados e sorteio de dez carrinhos novos para venda de lanche.
“Com isso, os alunos poderão sair do curso prontos e equipados para começar uma nova fase de vida no mercado de trabalho. Os participantes também serão registrados no cadastro de empregos do Sistema Nacional de Emprego”, lembrou.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...