MENU

31/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 31/10/2020 às 00h00min

SENAI promove bate-papo sobre educação profissional com indústrias em Açailândia

Para o Cledilson Carvalho, supervisor de manutenção da Vale, iniciativas como essa são válidas por permitir a troca de informações

Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
A iniciativa visa a aproximação com a indústria local, a fim de preparar alunos com perfil profissional mais próximo da realidade das indústrias maranhenses - Foto: Divulgação
 O SENAI CEPT de Açailândia realizou esta semana, o “Bate-Papo SENAI com as Indústrias”, com representantes da Vale. A iniciativa visa a aproximação com a indústria local, a fim de levar para sala de aula as práticas pedagógicas mais próximas da rotina industrial e ainda preparar alunos com perfil profissional adequado à realidade das indústrias maranhenses. 

Para o Cledilson Carvalho, supervisor de manutenção da Vale, iniciativas como essa são válidas por permitir a troca de informações para estarem ainda mais alinhados com a realidade do mercado profissional. “Nós da Vale avaliamos de extrema importância esse feedback positivo para ambos, uma vez que temos a oportunidade de avaliar o processo de aprendizagem e contribuir com o perfil profissional dos candidatos, mais próximos com a nossa real necessidade”.

Ele ressalta ainda que no passado, as empresas estavam muito ligadas ao saber fazer, e hoje mais que saber fazer, os candidatos precisam saber o como fazer. “Minha formação profissional é SENAI e minha carreira teve início a partir da formação que recebi, então sei o quanto é importante os alunos receberem, tanto a parte técnica de conhecimento, como também terem o lado comportamental e emocional trabalhados durante a formação”.

Participaram da ação, profissionais da empresa envolvidos na área de manutenção, automação industrial e segurança no trabalho, instrutores e gerente do SENAI que buscam melhorar e contribuir com operações, processos e equipamentos, além de partilhar casos de sucesso.

 O objetivo é que o encontro aconteça de 15 em 15 dias, com representantes dos mais diferentes segmentos industriais. “Essa é uma proposta nossa que visa estar mais próximos das indústrias para contribuir com o perfil de profissionais mais adequados às necessidades das empresas e mais perto possível da realidade das empresas e suas atividades”, pontua a gerente do SENAI Açailândia, Edilene Oliveira.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...