MENU

01/09/2022 às 10h19min - Atualizada em 03/09/2022 às 00h00min

O adoecimento do saber diante de uma sociedade alienada e negacionista

“Complexo de Cassandra” chega ao Brasil e em Portugal pela Editora Sagarana com LIVE de lançamento neste sábado, 3/09, às 17h

SALA DA NOTÍCIA Editora Sagarana
https://sagaranaeditora.com/
Divulgação Editora Sagarana
“Por que e como estamos adoecendo diante da ignorância e do negacionismo?” Essa foi a pergunta norteadora feita pelas pesquisadoras Liliane Abreu e Natalia Sayuri quando decidiram, em princípio, escrever um artigo científico que relacionasse a situação sociopolítica do país com a saúde mental dos brasileiros.

Era julho de 2021 e o Brasil contabilizava 550 mil vidas perdidas pela Covid-19 e uma CPI levantava provas de genocídio, cor­rupção, fake news. Profissionais de saúde estavam exaustos física, emocional e men­talmente, cientistas e especialistas antiBolsonaro de diversas áreas tentavam mostrar à população a de­turpação de informações. ”Parecia que nada adiantava. Então, o que mais fazer?”, questionavam-se. “Explicar superficialmente o que muitos já sabem ou percebem, não adiantaria; precisáva­mos entender os porquês e qual era o tamanho do estrago, e de onde ele vinha. Fazer uma ressonância para entender a doença em sua profundidade”, lembram.

Naquele momento, Liliane e Natália, que se conheceram no curso de graduação em Psicologia da Universidade Paulista (UNIP-SP), começaram um estudo que resultaria numa obra de fôlego (548 páginas) sobre a atual realidade brasileira: Complexo de Cassandra: O adoecimento do saber diante de uma sociedade alienada e negacionista, que a Sagarana lança no sábado, dia 3/09, em Portugal (21h) e no Brasil (17h), com uma live no YouTube da editora: https://bit.ly/3ANjUqI

O livro é baseado em três fortes suportes. O primeiro é a Psicologia, com construções de comportamentos, estruturas de personalidades e adoecimentos. As autoras abordam a histeria, a perversidade, psicoses, angústia, ansiedade, medo, burnout, Síndrome do Impostor.


O segundo suporte é o conteúdo das entrevistas em cruzamento com pesquisas feitas com instituições e órgãos públicos da União e estaduais. A partir da definição de dois grandes grupos com múltiplos perfis, as autoras partiram para as conversas com médicos, enfermeiros, cientistas professores, políticos, especialistas em Psicologia; e também com negacionistas não bolsonaristas, ex-bolsonaristas, antivacinas e bolsonaristas, terraplanistas antivacinas, apoiadores de Bolsonaro.

O terceiro e último suporte da obra é o embasamento teórico sobre a construção do patriarcado, a Inquisição e o nazismo. “Sem a pequena revisão dessas três formulações históricas, não seria possível entender como elas se entremeiam e influenciam diretamente o que vivenciamos hoje”, afirmam Liliane e Natália, na introdução.

Por que Complexo de Cassandra?

O nome do livro surgiu em 2021 por conta de um artigo e de um
vídeo da bióloga e cientista brasileira Natália Pasternak, que em 2020 tornou-se a primeira pessoa brasileira a integrar o Comitê para Investigação Cética (CSI, na sigla em inglês), instituição criada nos Estados Unidos, em 1976, para investigar, apurar e esclarecer alegações que negam ou desafiam a ciência. No vídeo, Pasternak lançava mão do mito de Cassandra, da Grécia Antiga, para ilustrar o momento do país.


Cassandra foi cortejada pelo deus Apolo, que possuía o poder da premonição. Ele deu a ela seu poderoso dom da predição, mas arrependeu-se logo depois de ser rejeitado. Como não podia mais tirar essa dádiva da moça, colocou-lhe uma maldição: ninguém acreditaria em suas palavras. Assim, Cassandra previu toda a condução e desfecho que mataria seus pais, irmãos, população e destruiria toda a cidade de Troia, mas ninguém lhe deu ouvidos. Ela implorou, repetiu incansavelmente e, de novo desacreditada, foi isolada como louca numa torre pelo seu pai, Príamo, rei de Troia.

Esse mito foi transportado à psicologia para definir o Complexo de Cassandra que, por sua vez, ilustra com exatidão o Brasil de hoje, “em que profissionais de diversas áreas, ativistas, cientistas e estudiosos em geral alertam a população por todos os meios possíveis e são desacreditados, assistindo à toda uma destruição que poderia ser evitada”.


SOBRE AS AUTORAS

Liliane Abreu tem 53 anos e é bacharelanda em Psicologia pela Universidade Paulista (UNIP-SP), com formação final em dezembro de 2022. É arteterapeuta (AATESP), professora especialista em Neurociência Pedagógica (AVM/UCAM), pesquisadora especialista em comportamento e consumo, ativista em Direitos Humanos e voluntária em projetos sociais.

Natalia Sayuri tem 27 anos e é bacharelanda em Psicologia pela UNIP-SP, com formação final em dezembro de 2022. Bacharela em Comunicação Social pela Faculdade Casper Libero/SP, também atua como analista de treinamento e desenvolvimento corporativos.


SERVIÇO

Complexo de Cassandra: O adoecimento do saber diante de uma sociedade alienada e negacionista
Autoras: Liliane Alcântara de Abreu e Natalia Sayuri Melo
Editora: Sagarana
Páginas: 548
Formato: 16cm x 23cm

Live de lançamento: sábado, 3/09, às 17h (Brasil) e
21h (Portugal), no YouTube da editora:
https://bit.ly/3ANjUqI


Pré-venda até o dia 03/09, pelo https://sagaranaeditora.com/
Livro impresso: R$ 60,00
e-Book: R$ 31,00

Venda a partir do dia 04/09 pelo
https://sagaranaeditora.com/
e também na Amazon Brasil, Americanas, Submarino, Magalu e Shoptime.
Livro impresso: R$ 75,00
e-Book: R$ 39,90



SAGARANA EDITORA

A Sagarana Editora tem sede em Lisboa e nasceu em setembro de 2020 com o objetivo principal de levar livros em Língua Portuguesa, na vertente Brasil, aos brasileiros que saíram do país definitiva ou temporariamente. Os títulos são distribuímos por toda a Europa e pelo Brasil e o catálogo contempla desde novos autores até consagrados e clássicos escritores brasileiros, como Machado de Assis, José de Alencar, Aluísio Azevedo, Lima Barreto, entre outros. A Sagarana tem como editoras as cariocas Flávia da Matta, que mora no Rio de Janeiro, e Taís Facina, radicada em Lisboa desde 2016.



                                                                  ***

Notícias Relacionadas »
Comentários »