MENU

18/08/2022 às 19h16min - Atualizada em 18/08/2022 às 19h16min

Confirmado para outubro mais um Salão do Livro de Imperatriz

Por causa da pandemia do coronavírus, a última edição do festival literário, organizado pela Academia Imperatrizense de Letras, foi no formato virtual

Da Assessoria
Fotos: Divulgação
  
Confirmada para outubro, do dia 8 a 16, a edição presencial de número dezoito do Salão do Livro de Imperatriz (Salimp), considerado um dos maiores eventos literários do País e reconhecido, pela Assembleia Legislativa do Estado, como Patrimônio Cultural e Imaterial do Maranhão. 

O evento será no Centro de Convenções de Imperatriz e este ano terá como tema central a educação, com ênfase no ensino superior. Imperatriz, Polo Universitário - Cultura, Ciência e Arte.

 A intenção, além de destacar a importância do avanço do ensino superior para a formação cultural da população, é envolver as instituições de ensino superior no processo de incentivo à leitura. 
Patrono - Por unanimidade, os acadêmicos escolheram como o patrono do Salimp 2022 o fundador da Cadeira 07 do sodalício (AIL), professor Benedito Pereira Batista, falecido em setembro de 2009 e imortalizado pelas obras literárias que deixou, e sua intensa militância pela educação, cultura.

O Salão do Livro é realizado pela Academia Imperatrizense de Letras (AIL) com o apoio de patrocinadores da iniciativa privada e do poder público. A Prefeitura, o Governo do Estado e o Governo Federal historicamente têm sido os principais parceiros.

Na semana passada o presidente da Academia Imperatrizense de Letras, Raimundo Trajano Neto, o acadêmico Agostinho Noleto e a assessora de projetos Núbia Carvalho foram recebidos pelo secretário chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, e ficou acertado, por meio da Lei de Incentivo, a participação do Governo do Estado.

 “Com esse apoio, e com o que ainda acertaremos com a Prefeitura, que também sempre esteve conosco, já é possível anunciar a realização de mais um Salão do Livro de Imperatriz”, declarou o presidente daquele sodalício, o acadêmico Raimundo Trajano Neto.

Esta semana a Academia Imperatrizense de Letras confirmou a participação de dois nomes da literatura nacional no evento. O poeta Salgado Maranhão e o Padre Bruno Lira. 

O formato da edição deste ano do Salimp será o mesmo das edições anteriores. A entrada é gratuita, e com os visitantes podendo contar com cursos, oficinas temáticas, palestras, lançamentos de livros, exposições artísticas, e apresentações musicais.

Entrega do Prêmio Literário da AIL é amanhã - A pandemia do coronavírus não só impediu a realização presencial do Salão do Livro no ano passado como comprometeu a realização de um outro evento, anual e importante, que também tem a chancela da Academia Imperatrizense de Letras (AIL):  o Prêmio Literário da AIL. 

O prêmio é promovido pela entidade, mas é financiado pela Prefeitura há mais de 20 de anos, por intermédio da Fundação Cultural de Imperatriz.  A entrega da premiação, relativa ainda a 2021, é amanhã, às 19h, na Academia, sendo uma das mais concorridas de toda a história do certame, com 16 obras inscritas. 

Este ano o escritor premiado foi Domingos Alves de Almeida, pela obra Xica do Sertão de Terra e Puaca. A novidade da premiação é a distinção de duas outras obras com o Selo Literário Academia Imperatrizense de Letras, Amores em Tempo de @, da jornalista Hyana Reis, e Palavras no Avesso, do jornalista e acadêmico Marcos Fábio.

Integraram a comissão de avaliação das obras a crítica e escritora literária Liratelma Alves Cerqueira, o professor/doutor (Uemasul)  Gilberto Freire de Santana e o também professor/doutor do curso de Jornalismo da UFMA, Alexandre Zarate Maciel.

Notícias Relacionadas »
Comentários »