MENU

12/08/2022 às 16h38min - Atualizada em 14/08/2022 às 00h01min

4 dicas para escolher uma boa consultoria de RH

Primeiro passo que a empresa deve seguir é escolher qual atividade quer focar: desenvolvimento organizacional; recrutamento; desenvolvimento pessoal e profissional

SALA DA NOTÍCIA Cecilia Ferraz
São Paulo, Brasil - Segundo pesquisas da Gallup, empresa global de análise e consultoria, apenas 21% dos funcionários no mundo estão engajados com as companhias em que trabalham, o que causa uma perda de 7,8 trilhões de dólares por ano em produtividade. Para mudar esse cenário, é preciso identificar problemas internos e agilizar processos, para facilitar o desenvolvimento burocrático e estratégico das empresas.

Nesse sentido, as consultorias de RH elaboram análises de desempenho e feedbacks efetivos como ações-chave para aumentar o engajamento e a produtividade das equipes. E, além de conceder treinamentos de capacitação e auxiliar na construção de times de alta performance, as consultorias atuam de acordo com as necessidades específicas de cada instituição.

O Smartleader, sistema de gestão de pessoas, traz  as 4 características que as empresas devem observar quando buscam por uma consultoria.

Especialização
“Existem três grandes frentes quando o assunto envolve consultoria de RH: desenvolvimento organizacional; recrutamento; desenvolvimento pessoal e profissional”, conta Gomes.

É importante procurar uma plataforma especializada na área que a empresa busca melhorar. Existem consultorias focadas em processos seletivos, desenvolvimento organizacional, treinamento e capacitação, portanto, escolher uma consultoria especializada nos objetivos da empresa, é essencial.

Constante evolução
A consultoria de RH precisa estar de acordo com a evolução do mercado, e a forma como ela atua deve mudar ao longo do tempo, se adequando, por exemplo, ao trabalho híbrido e às jornadas de trabalho mais curtas.

“Anos atrás, fazer avaliações anuais era moda, e considerávamos suficiente. Atualmente, apenas esse tipo de feedback não é mais válido, porque o mercado mudou, as pesquisas de satisfação ao final do ano se tornaram uma necessidade, não um luxo. Então, é fundamental que a consultoria de RH acompanhe essa mudança”, afirma Thiago Gomes.

Redução de custos vs. aumento dos lucros
Uma consultoria pode até ajudar a reduzir os custos das empresas, fazendo um corte baseado no head counting (quantidade de pessoas necessárias para exercer uma atividade), por exemplo. Mas essa é uma ação de curto prazo e que pode causar burnouts, insatisfação geral e jornadas de trabalho mais longas.
“Só olhar produtividade não é algo positivo. É necessário olhar a capacitação, o engajamento e o clima”, explica Gomes.

Melhorando o engajamento dos funcionários com a empresa por meio de feedbacks efetivos e contínuos, e fazendo um acompanhamento próximo do líder com o restante da equipe, é possível, naturalmente, alcançar um time com accountability.

“Santo de casa não faz milagre!”
As consultorias também ajudam a equipe a expor problemas organizacionais sem comprometer os funcionários. Muitas vezes, quem está em cargos de maior poder dentro da empresa não é capaz de observar problemas institucionais, no entanto, a análise de uma equipe externa pode ajudar os funcionários a relatar situações mais complexas.

“Contratar uma consultoria de RH é poder apontar os erros da empresa sem medo de sofrer represálias. O RH não consegue abordar assuntos delicados que precisam de mudança, mas a consultoria pode apontar coisas que estão acontecendo na dinâmica organizacional que um funcionário não teria coragem de fazer, e que o gestor não daria ouvidos”, diz o CEO.

As consultorias podem exercer um papel crucial na tomada de decisões, pois por meio de dados e tabelas, é possível fazer escolhas mais seguras e rápidas. Além disso, “plataformas como o Smartleader ajudam os times a definirem a missão, visão e valores das empresas, assim como incentiva os funcionários a criarem suas próprias missões, visões e valores”, finaliza Gomes.

Sobre o Smartleader
Lançado em 2012, o Smartleader é um sistema que ajuda departamentos de RH e líderes na gestão de desempenho de suas equipes. O objetivo da startup é ajudar líderes e RHs a serem mais estratégicos e menos operacionais, evitando problemas de falta de organização, falta de feedback ou de alinhamento de objetivos, por meio de conceitos da Psicologia Organizacional e da Gestão Estratégica de Pessoas.
Para mais informações, visite: https://www.smartleader.com.br/. Ou baixe o app da Smartleader para Android e iOS.
 
Contatos para Imprensa:
Cecilia Ferraz [email protected]
Laiza Piassali [email protected]
Natália Diogo [email protected]

Notícias Relacionadas »
Comentários »