MENU

10/08/2022 às 21h44min - Atualizada em 10/08/2022 às 21h44min

Alvo do MPTO, presidente da Agência de Tecnologia deixa cargo antes de completar 1 mês

George Brito, exonerado a pedido, conforme publicação no Diário Oficial

Da Assessoria
Foto: Reprodução/Instagram
 
O ex-candidato a vereador e professor universitário George Brito foi exonerado da presidência da Agência de Tecnologia da Informação (ATI-TO) antes de completar um mês no cargo.

Ele havia sido nomeado em 25 de julho para assumir a vaga deixada por Wanderley José Silva Júnior. A exoneração de George foi a pedido, segundo a portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (09).

Recentemente, o Ministério Público abriu investigação contra George Brito por suposto uso de carro oficial e passagens para fins pessoais. O procedimento apura também se ele teria repassado o comando da agência a pessoa sem vínculo estatal. George Brito nega irregularidades e diz que pediu exoneração para se defender.

O Superintendente de Infraestrutura e Serviços de Tecnologia da Informação, Adams Cirino Gregório, foi designado para responder interinamente pelo comando da ATI-TO.

Com essa mudança, a Agência de Tecnologia da Informação tem o terceiro presidente em menos de um mês.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »