MENU

09/08/2022 às 19h28min - Atualizada em 09/08/2022 às 19h28min

Feira Cidadã de Artesanato fomenta comércio local na semana que antecede o Dia dos Pais

Evento no formato itinerante possibilita aumento no volume de vendas em até 80%

Kalyne Cunha
Ascom
Ação é uma parceria entre a Prefeitura e Assari e acontecerá até o dia 13, no Calçadão, Centro - Fotos: Edmara Silva
 
Divulgar e fomentar o trabalho de artesãos locais são um dos objetivos da Feira Cidadã de Artesanato em alusão ao Dia dos Pais, idealizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em parceria com a Associação de Artesãos de Imperatriz  (Assari). Ação realizada no centro comercial, das 8 às 18h, no Calçadão, iniciou nesta terça-feira, 9, e se estenderá até dia 13, sábado.

O secretário da Sedec, Wilson Filho, explica que “ações da Prefeitura em parceria com a Assari evidenciam a identidade da nossa região, por meio do trabalho de artistas locais que utilizam elementos da natureza maranhense e materiais recicláveis na confecção dos seus produtos. Enfatizar a visibilidade desses empreendedores é uma forma de fomentar o comércio e possibilitar o aumento de lucros entre a classe”, conclui.

A Fieira de Artesanato não aquece apenas comércio, mas também o coração de pessoas que possuem saudosas memórias, como relata a esteticista, Ana Gabrieli. “A [bileira] com os potes de barro e todos os copos bem ‘areadinhos’, relembram a infância de muita humildade na casa da minha avó. Muitos jovens não terão essa oportunidade, de tomar uma água saudável, geladinha do pote de barro. Hoje você pode até comprar uma água mineral, mas não é como antigamente”.

A esteticista acrescenta que a feira realizada de forma itinerante possibilita contemplar a participação de mais pessoas que passam pelos locais. “A feira no Calçadão é uma grande oportunidade de conhecermos algo que a nossa cidade tem de maravilhosos para nós, o artesanato local, que remete as nossas origens e lembranças”.

Com 40 anos de profissão de artesão e há 8 trabalhando especificamente com elementos da nossa região, Ilton Vasconcelos vê na feira a oportunidade de divulgar o seu trabalho, com um aumento significativo de suas vendas. “Faço questão de trabalhar com elementos aqui da terra como o buriti e o babaçu e suas palhas, além de cerâmicas, madeira e sementes. Muitas pessoas se identificam com os produtos e falam: isso aqui é da nossa região! É a cara da casa da vovó! Aqui no Calçadão é um local de grande fluxo de pessoas e o artesão tem que ficar junto delas, aqui é o lugar de vender onde geralmente as minhas vendas aumentam em torno de 80%”, enfatizou.

Na Feira Cidadã de Artesanato, a população encontrará produtos como artes em madeira, crochê, cerâmica, cartonagem, biscuit, artesanato indígenas da nossa região, artesanato feito e esculpido em madeira, bonecas de pano, laços, artesanatos de coração para casa, chaveiro e trabalhos com sementes, fibras e palhas além de macramê e trabalhos de pintura em telas e tecidos. As barras padronizadas e disponibilizadas aos artesões pela Prefeitura, tem objetivo de fortalecer a imagem da feira, fidelizar clientes e se transformarem em vitrines, despertando o interesse dos mais variados públicos.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »