MENU

08/08/2022 às 22h23min - Atualizada em 08/08/2022 às 22h23min

Traficante condenado a 8 anos de prisão tenta enganar policiais usando documento falso

Criminoso estava com arma e drogas dentro do carro

Da Redação
Arma e munição apreendidas com o homem preso pela Polícia Civil, em Gurupi - Foto: Divulgação
 
Um jovem de 21 anos que foi condenado a 8 anos de prisão por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores, foi preso por agentes da 8ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (8ª DRPC), neste domingo (7/8), em Gurupi.

A prisão é decorrente de mandado expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Gurupi em razão de sentença condenatória definitiva.

O indivíduo foi localizado quando policiais civis estavam próximos a um posto de combustíveis, no Setor Malvinas, às margens da BR-153, momento em que perceberam a aproximação de um veículo, que estacionou em frente ao restaurante do posto. Um homem saiu do automóvel e se dirigiu ao interior do estabelecimento comercial. Nesse momento, os policiais reconheceram que se tratava de um indivíduo foragido da Justiça pela prática de crimes diversos.

DOCUMENTO FALSO
De imediato, os agentes realizaram a abordagem do indivíduo, o qual já conheciam de longa data, devido ao extenso histórico criminal. Na tentativa de enganar os policiais, o sujeito apresentou uma carteira de identidade onde constava um nome diferente. Porém, como os policiais já sabiam o verdadeiro nome do indivíduo, deram voz de prisão ao mesmo, em cumprimento ao mandado expedido pelo Judiciário.

ARMA E DROGAS
Ao realizar buscas no interior do veículo, os policiais civis encontraram um revólver, calibre 38, além de 13 munições intactas, bem como várias porções de drogas, que estavam sendo transportadas pelo condenado, e outro homem de 23 anos, seu comparsa que havia ficado no carro.

Diante dos fatos, os dois homens foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O foragido da justiça também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso.

Os dois indivíduos foram conduzidos à Central de Atendimento da Polícia Civil em Gurupi e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, encaminhados para à Casa de Prisão Provisória local, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »