MENU

07/08/2022 às 18h47min - Atualizada em 07/08/2022 às 18h47min

Começou a produção de “Travessia”

A trama fala de temas atuais e pretende levar os seguidores do folhetim a refletirem sobre o frenesi provocado pelas redes sociais e o impacto disso na sociedade em geral

Da Redação
GB Edições
Direto do túnel do tempo, para relembrar. Os personagens Stenio (Alexandre Nero) e Helô (Giovanna Antonelli), de “Salve, Jorge”, que voltarão repaginados no enredo de “Travessia” / Arquivo GB Imagem
  
A novela “Travessia”, que vem sendo escrita por Gloria Perez e que sucederá a “Pantanal”, está tomando forma. Há mais de um mês, encontros entre equipe e elenco, preparação e leituras de texto marcaram o início dos trabalhos. A trama tem direção artística de Mauro Mendonça Filho e promete emocionar, divertir e fazer refletir. O ponto de partida da história é uma “deep fake” (inteligência artificial usada para fazer montagens substituindo rostos e vozes em vídeos realistas) produzida aleatoriamente e divulgada nas redes sociais. Um grupo de jovens, em Portugal, faz a montagem de brincadeira, sem avaliar o quão prejudicial ela pode ser. Do outro lado do mundo, no interior do Maranhão, essa ação impacta e transforma radicalmente a vida de Brisa (Lucy Alves), que se vê obrigada a encarar uma longa e complexa travessia para recuperar sua identidade e sua vida. Marca da autora Gloria Perez, “Travessia” é um folhetim clássico que traz dramas humanos, encontros, desencontros, amores, decepção, ambição e o debate sobre limites éticos e morais num mundo que ainda aprende a lidar com o ônus e os bônus trazidos pela Internet.  

O elenco participou de workshops, atividades individuais e em grupo de preparação vocal e corporal, leituras, além de testes de figurino e caracterização num intenso trabalho preliminar. Equipes envolvendo estudiosos de temas ligados à cultura brasileira e outros assuntos contemporâneos relacionados às redes sociais ajudam na construção visual e psicológica de cada um dos personagens, e também se aprofundaram nos diversos temas trazidos pela obra. 

Em um dos workshops, a equipe mergulhou na cultura maranhense, de onde vem a protagonista, Brisa (Lucy Alves), e onde nasce a história da novela, e fez um passeio pelas festas culturais da região, como o bumba-meu-boi e o tambor de crioula. No encontro, o time também aprendeu sobre histórias de Vila Isabel, bairro boêmio da Zona Norte carioca, com seu samba, dança, culinária e costumes; a Vila Isabel acolherá a maranhense Brisa em sua chegada ao Rio de Janeiro. 

Algumas das primeiras cenas foram feitas em Portugal tendo como cenário famosos bairros do Chiado e Arroios, em Lisboa. Os atores Vanessa Giácomo, Alexandre Nero, Romulo Estrela, Rodrigo Lombardi e Guilherme Cabral participaram destas cenas, sendo que as cidades de Setúbal e Óbidos também serviram de locação para a trama e de aquecimento para as primeiras trocas no set entre elenco, direção e equipes de produção da novela.

O diretor Mauro Mendonça Filho está satisfeito com o começo do trabalho. “Estamos felizes! Conseguimos realizar tudo o que tínhamos planejado, foi uma ótima semana de trabalho. A atmosfera entre elenco e equipe está muito boa”, revela. Sobre a escolha das locações, ele conta que gravaram em lugares muito conhecidos do país. “Portugal é, certamente, um dos lugares mais interessantes da Europa e que se desenvolveu lindamente. Filmamos nos espaços mais cheios e icônicos de Lisboa, como a Praça do Comércio, a Praça Luís de Camões, o Garrett, o Elevador de Santa Justa. Também fomos a Óbidos, um lugar lindíssimo, medieval, e estivemos na Quinta da Bacalhoa, uma vinícola num casario bastante antigo de Setúbal”, detalha Mauro. 

Adiantando um pouco do enredo, na história escrita por Gloria Perez, Lombardi é Moretti, um empresário do ramo da construção civil que vive na capital portuguesa. Seu braço direito é o hacker Oto, interpretado por Romulo Estrela. Vanessa Giácomo dá vida a Leonor, ex-namorada de Moretti e irmã da atual noiva do empresário, e Alexandre Nero interpreta o advogado Stenio. Já Guilherme Cabral vive o jovem Rudá, sobrinho de Leonor e futuro enteado de Moretti. E é o casamento de Moretti que reúne o grupo em Portugal.

O país e suas paisagens marcantes servem de cenário para a novela, como conta a autora, Gloria Perez: “‘Travessia’ é ambientada em sua maior parte no Rio de Janeiro, especialmente no tradicional bairro de Vila Isabel, e também tem núcleo central no Maranhão, além de núcleo em Portugal. Na história, alguns personagens brasileiros vivem em Lisboa, o que traz um distanciamento que é necessário para a trama e, ao mesmo tempo, promove pontes importantes para o seu desenvolvimento”. 

E falando de Alexandre Nero, o ator está na trama vivendo Stenio, que aparecerá ao lado de sua amada, a delegada Helô, vivida por Giovanna Antonelli. Ambos são personagens originais da novela “Salve, Jorge” também escrita por Glória Perez. 

Vale dizer ainda que no elenco estão também Chay Suede,Drica Moraes, Cassia Kis, Humberto Martins, Jade Picon, Luci Pereira, Alessandra Negrini, Ailton Graça, Dandara Mariana, Bel Kutner, Indira Nascimento, Yohama Eshima, Marcos Caruso, Duda Santos, entre outros.

“Travessia” tem previsão de estreia para o último trimestre deste ano, na mesma faixa de horário na qual atualmente vem sendo exibida “Pantanal”.

 


 1  A atriz e musicista Lucy Alves é a protagonista da novela “Travessia” interpretando Brisa que se torna vítima de crime cibernético / Caiuá Franco-RG;  Os atores Vanessa Giácomo e Alexandre Nero, e o diretor Mauro Mendonça Filho, durante gravação em Portugal / Adriano Fagundes-RG;  3  O ator Rodrigo Lombardi sendo orientado por Mauro Mendonça Filho antes da cena feita numa das ruas de Lisboa / Adriano Fagundes-RG;  O elenco de “Travessia”, a autora Gloria Perez e parte da equipe de produção clicados num dos encontros do grupo / Estevam Avellar-RG;  Rômulo Estrela participa de cena feita em Óbidos, Portugal / Adriano Fagundes-RG.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »