MENU

05/08/2022 às 22h38min - Atualizada em 05/08/2022 às 22h38min

Ex-prefeito de Palmas dá ‘canto de carroceria’ em Luxemburgo e toma vaga de candidato a senador

Militância assistiu bate-boca aos gritos. Revoltado, ex-treinador não aceitou ser candidato a deputado federal

Assessoria
Carlos Amastha, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira e Wanderlei Luxemburgo por ocasião da filiação partidária - Foto: Divulgação
 
O ex-prefeito Carlos Amastha será o candidato a senador pelo PSB. Ele deu um ‘balão’ no ex-técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo e venceu a disputa por unanimidade entre os delegados do partido durante a convenção da sigla, realizada na manhã desta sexta-feira (5), em Palmas.

O embate foi marcado por confusão, empurra-empurra, gritaria e ânimos exaltados da militância, sobretudo do professor Luxemburgo, que ficou revoltado com o drible e já adiantou que vai entrar na Justiça pedindo a suspensão da convenção.

O PSB fechou a ata da convenção durante a tarde e oficializou o nome de Amastha para o Senado. Apesar de ter declarado apoio a Osires Damaso (PSC), o ex-prefeito está com conversa bem adiantada com Ronaldo Dimas (PL) para integrar sua chapa majoritária.

Revoltado, Luxemburgo também não aceitou entrar na disputa para deputado federal. Ser senador pelo Tocantins é um sonho que o técnico de futebol vem alimentando desde 2008, quando, posteriormente, acabou condenado pela Justiça pelo crime de transferência eleitoral fraudulenta.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »