MENU

27/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 27/10/2020 às 00h00min

Servidor público é executado dentro de UPA em Açailândia

Carlos Eduardo foi morto quando aguardava atendimento após ter sentido dores de cabeça

Dema de Oliveira
Carlos Eduardo Lopes foi executado com dois tiros na cabeça - Foto: Divulgação/Whatsapp
Açailândia - O crime aconteceu por volta de 23h30 de domingo (25), na cidade de Açailândia, distante 72 km de Imperatriz, no interior da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A vítima, um servidor público municipal, tendo em vista que era lotado na Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) de Açailândia, identificado por Carlos Eduardo Lopes, conhecido por “Paulista”.

Carlos Eduardo Lopes foi surpreendido por dois homens quando aguardava atendimento.

Segundo as primeiras informações, Carlos Eduardo sentiu forte dor de cabeça e foi na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para receber atendimento. Enquanto esperava para ser atendido, foi alvejado com dois tiros na cabeça, e mesmo estando em uma UPA, morreu sem chances de socorro.

Carlos Eduardo Lopes morava em São Francisco do Brejão e trabalhava na Sinfra de Açailândia. Ele era casado e pais de seis filhos, o mais novo com apenas 15 dias de nascido.

Os dois suspeitos fugiram seguida e pelo menos até esta segunda-feira (26) a Polícia Civil ainda não tinha pistas deles.  As investigações estão sendo realizadas, sendo ouvidos familiares, para que a polícia possa ter uma linha de investigação e chegar aos assassinos, e por qual motivo o servidor público foi executado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...