MENU

20/06/2022 às 18h02min - Atualizada em 20/06/2022 às 18h02min

Reitor Natalino Salgado entrega certificado de agradecimento a servidores aposentados

Por: Hemylly Mendes - UFMA
Foto: Bruno Goulart
 
Na manhã desta segunda-feira, 20, o reitor Natalino Salgado realizou a entrega do certificado de agradecimento aos servidores, agora aposentados, os professores Conceição de Maria Araújo Ramos, do departamento de Letras, Maria Raimunda Marques Mendes, do departamento de Ciências Contábeis, Imobiliárias e Administração, Zartu Giglio Cavalcanti, do departamento de Educação Física, aos técnicos Ezequiel Silva Filho, da gráfica da UFMA, Maria Lúcia Leal, da Pró-reitoria de Extensão e Cultura, e Lourineide Nunes de Jesus, do Hospital Universitário, e das copeiras lotadas na reitoria, Maria da Conceição Monteiro de França e Maria José Azevedo Monteiro.

Ezequiel Silva Filho, desenhista industrial da UFMA, lotado na Gráfica Universitária, com 41 anos de carreira, foi quem desenhou o brasão da instituição, seguindo a resolução de 1979, que institui o Brasão da Universidade. Ele lembra que, na época, devido os baixos recursos tecnológicos, foi feito em prancheta, onde ele unificou e traduziu as várias ideias e uma única arte, já que, segundo ele, na época o brasão era usado de todas as maneiras, formatos e dimensionamentos. Para ele, essa foi a sua maior contribuição para a Universidade e, agora, os próximos passos para a aposentadoria é continuar estudando na sua área e trabalhando na sua oficina. “Essa homenagem é muito importante para os servidores que ajudaram no crescimento da UFMA. Por isso, estou muito orgulhoso e honrado por ter contribuído de alguma forma para o crescimento da universidade, foi uma construção dedicada e com muito amor”, enfatizou.

Já a professora Conceição de Maria Araújo Ramos, do departamento de Letras (Dler), enfatizou que continuará na sala de aula, agora com trabalho voluntário, junto ao Programa de Pós-graduação em Letras, o qual faz parte. Ela comentou que a cerimônia humaniza e mostra a sensibilidade da UFMA com seus servidores. “Aqui é um momento de passagem. Agora, nós aposentados, viveremos um outro momento, uma outra caminhada. Esta cerimônia mostra a valorização de tudo que nós fizemos e contribuímos para a Instituição”.

Maria Raimunda Marques Mendes, carinhosamente chamada de Raimundinha, falou que essa homenagem não existia e foi criada, agora, pelo reitor que tornou esse momento sublime, divino e abençoado, onde foi possível ter a presença de estudantes, diretores e diversos colegas de trabalho. Raimundinha contou que agora está criando projetos voltado para o lazer e que está disponível para os projetos da instituição.  “Estou saindo daqui muito feliz e com muita saudade. Ver o nosso trabalho reconhecido é altamente significativo porque traz nova vida para todos. Esse é um momento muito especial”, comentou.

O reitor destacou que esse momento é uma forma de reconhecer a importância desses trabalhadores que muito contribuíram para a universidade. Segundo ele, cada docente, técnico ou colaborador, cada um com sua história de vida, ajudou com muito amor e competência a Universidade a crescer e ser o que ela é hoje. Natalino lembrou que boa parte de suas vidas foi dedicada na Universidade.

“Ela se tornou uma morada para muitos de nós, que passamos maior parte do tempo aqui. Na linha do tempo, a vida é implacável, chegou o momento de esses servidores retornam para suas casas. É como se a Universidade dissesse: ‘Vocês agora completaram seu tempo e estão sendo devolvidos para suas famílias’. Agora esses servidores poderão desfrutar melhor da companhia dos familiares deles”, afirmou.

O reitor contou que em 2014, em seu segundo mandato, foi aprovada uma resolução que permite aos servidores exercerem suas atividades voluntariamente. “Muitos docentes que se aposentam querem continuar trabalhando para ajudar nossa Universidade. Por isso, eles receberam um certificado de agradecimento. Agora, em 2019, no meu terceiro mandato, esse projeto passou por uma revitalização, com a ativação do projeto ‘Mais Viver’, que estimula as práticas saudáveis na aposentadoria. Aqui continua sendo a casa de vocês e estamos sempre de braços abertos”, assegurou. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »