MENU

21/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 21/10/2020 às 00h00min

Imperatriz é denunciado na FIFA por dívida com clube uruguaio

A dívida gira em torno de U$ 40 mil, cerca de R$ 224 mil, e por isso o Imperatriz está impedido de inscrever jogadores

Dema de Oliveira
Breno jogou apenas sete jogos pelo Imperatriz, que custaram R$ 224 mil - Foto: Divulgação/Bahia Feira

Já não bastasse o time estar praticamente rebaixado de volta à Série D do Campeonato Brasileiro, nesta terça-feira (20) mais um problema surgiu no Imperatriz.

O clube foi denunciado na Federação Internacional de Futebol (FIFA), por uma dívida em torno de U$ 40 mil, cerca de R$ 224 mil. A denúncia partiu do Fênix do Uruguai, e se refere ao empréstimo do jogador Breno, brasileiro que jogava no clube uruguaio. Breno fez apenas sete jogos pelo Imperatriz, e não se encaixou no sistema de jogo do então treinador Paulinho Kobayashi. Quando iniciou a pandemia do novo coronavírus, o jogador foi embora e não retornou mais e o Imperatriz rescindiu o contrato, mas esqueceu de pagar o compromisso financeiro com o Fênix. Breno atualmente está prestando os seus serviços ao Bahia de Feira, que está disputando a Série D. 

Por motivo da falta de pagamento da dívida, o Imperatriz está proibido de inscrever novos jogadores para o restante da Série C, a não ser que faça um acordo com o Fênix. 

Em coletiva na manhã de ontem, o presidente Adauto Carvalho confirmou que realmente existe essa dívida e que está sendo feita uma negociação com o time uruguaio.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...