MENU

21/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 21/10/2020 às 00h00min

Dois casos de abuso sexual foram registrados em Imperatriz

Uma criança de dois anos foi abusada pelo próprio tio e uma adolescente foi vítima de motorista por aplicativo

Dema de Oliveira
Suspeitos de abuso sexual já se encontram na Unidade Prisional de Imperatriz - Arquivo/O PROGRESSO
A Polícia Militar, por meio do 3º e 14º BPM, registrou dois casos de abuso sexual, fatos ocorridos na noite de segunda-feira(19), na segunda maior cidade do Maranhão.

Um dos casos teve como vítima uma criança de dois anos, que foi abusada pelo próprio tio, fato que ocorreu no residencial Itamar Guará. O outro caso, a vítima foi uma adolescente de 14 anos, que foi estuprada por um motorista por aplicativo, na Vila Lobão.

Os dois suspeitos, que não tiveram os nomes revelados pela polícia, devido à lei de abuso de autoridade, foram presos e apresentados no plantão da Delegacia Regional de Polícia Civil de Imperatriz, onde foram autuados em flagrante pelo crime de abuso de vulneráveis, que prevê uma pena entre 8 e 15 anos de cadeia. Nesses casos, a pena é determinada pelo próprio juiz, ação conhecida por juízo singular. Os dois já se encontram devidamente encarcerados na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI) até ulterior deliberação da justiça. Ambos passarão por uma audiência de custódia, ocasião que será definido se prevalece ou não a autuação em flagrante e a consequente prisão preventiva. Normalmente casos como esses, a justiça confirma a autuação em flagrante e decreta a prisão preventiva.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...