MENU

21/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 21/10/2020 às 00h00min

Imperatriz perde Gregório Sodré

Pioneiro na engenharia de avaliações em Imperatriz e região, o engenheiro civil não resistiu as complicações da covid-19; O PROGRESSO publica depoimentos de amigos

Raimundo Primeiro
Gregório Sodré com a esposa Miriam - Foto: Imagem de Internet

Nesta terça-feira (20/10), Imperatriz perdeu Gregório Antônio Sodré Neto. O engenheiro civil faleceu por complicações do novo coronavírus (covid-19). Ele estava em tratamento em Fortaleza (CE) há mais de dois meses. Corpo deve chegar a Imperatriz nesta quarta-feira.

A notícia sobre a morte de Gregório Sodré repercutiu entre os diversos setores da comunidade imperatrizense. No começo da manhã, era um dos principais assuntos comentados nas principais rodas de conversas da cidade.

Imediatamente, mensagens foram postadas nas redes sociais, sobretudo no Facebook. “Descanse em paz, meu estimado amigo. Aguardaremos, na certeza de que um dia nos encontraremos. A família enlutada, principalmente a minha professora, Dra. Miriam, meu pesar e minha solidariedade”, disse o cerimonialista Francisco Brandão.

O pastor Luiz Carlos Porto, secretário extraordinário da Região Tocantina (SEERT), afirmou: “Uma pessoa honrada, sempre é aplaudida em vida. Dr. Gregório foi esse homem. Sempre reverenciado pelas suas muitas virtudes. Esse tipo de pessoa é que tempera a vida. Gregório Sodré, um cidadão de elevada estatura humana. Sua passagem neste mundo valeu a pena”.

“Imperatriz um pouco mais triste”, frisou o jornalista Elson Araújo, acrescentando que a cidade “perdeu um grande cidadão. Meus sentimentos”.

A colunista social e apresentadora Teresa Eugênia, ressaltou: “A família do nosso querido amigo, nosso carinho e apreço nesta triste despedida. Dr. Gregório Sodré, um ser humano que consolidava toda amizade por meio da fidelidade. Fez uma linda história de Amor com o seu eterno amor, Dra. Miriam Sodré, que ele amava incondicionalmente.  Aos filhos, que se orgulhava com tanto Amor, saudades eternas. Sentiremos sua ausência, do seu companheirismo e do seu otimismo, vá descansar em paz. Trajetória linda”.

“Perdemos hoje um grande amigo, um cidadão imperatrizense, que muito contribuiu com esta cidade, engenheiro civil Gregório Sodré. Que Deus lhe acolha no paraíso eterno”, frisou o engenheiro civil Osório Guterres.

“Lamento muito. Meus pêsames aos seus familiares. Que Deus o receba em Sua Glória”, assinalou a professora aposentada Eleusa Moraes, ex-presidente do Rotary Club Imperatriz.

“Meus sentimentos. Lamento muito, uma pessoa alegre e com um grande coração. Que Deus console todos os familiares. Foi com um projeto dele que conseguimos a construção de uma área com salas de aula de dança, oficina e um espaço para atendimento com fonoaudióloga, anexa ao Governador Archer [colégio]”, disse a professora Maria Ivanilde Oliveira, uma das fundadoras da Associação dos Deficientes Auditivos de Imperatriz (ADAI).

A Prefeitura de Imperatriz expediu nota sobre a morte do engenheiro Gregório Sodré. “Que Deus o receba e dê forças aos familiares e amigos neste momento de muita dor”, afirmou o prefeito Assis Ramos.

Segundo o jornalista e escritor Edmilson Sanches, o céu deve estar mais bem-humorado a partir de hoje [ontem]. “Chegou lá alguém que adora rir, sorrir, fazer rir. Contador de ‘causos’. Orgulhoso de sua São Vicente Ferrer, cidade onde nasceu – que exaltava, com alegria, tornando grandes virtudes as pequenas coisas do município”.

Sanches aproveitou para lembrar: “Pioneiro na engenharia de avaliações em Imperatriz e região, o engenheiro civil maranhense e vicentino Gregório Antônio Sodré Neto estava há cerca de dois meses em Fortaleza (CE), com a esposa, a médica Miriam Bezerra Fialho Sodré, para tratamento da covid-19. Miriam Sodré recuperou-se. Gregório, não. Apaixonado pela mulher, e como “gentleman”, responsável cavalheiro, ele foi à frente, partiu antecipadamente, para preparar o caminho e programar a grande recepção à amada, daqui a muitos anos”.

Casado com a pediatra Miriam Bezerra Fialho Sodré, Gregório Sodré deixou quatro filhos – Ana Valéria, Gregório Filho, Ana Lucrécia e Rute.

REFERÊNCIA NA ÁREA
“Nascido em 3 de agosto de 1948, Gregório Sodré estudou até 1968 no Liceu Maranhense, em São Luís, e formou-se em Engenharia Civil na Escola de Engenharia do Maranhão, turma de 1973. Ele descreve-se ‘engenheiro civil, 72 anos, casado, quatro filhos, sete netos e uma bisneta’. Foi o primeiro engenheiro avaliador de Imperatriz. Tornou-se referência na área. Com Miriam (‘mulher da minha vida’, escreveu ele em descrição sobre si mesmo), criou na década de 1990 a empresa Avaliar Engenharia de Avaliações e Perícias Ltda”. (Edmilson Sanches)

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...