MENU

08/06/2022 às 22h33min - Atualizada em 08/06/2022 às 22h33min

Oriunda do Pará, carga de animais silvestres é interceptada no Tocantins

Cobras, lagartos e até escorpiões faziam parte da contravenção que pode multar os responsáveis em cerca de R$ 236 mil

Assessoria
Espécies interceptadas - Foto: BPMA / Divulgação
 
Uma carga de animais silvestres despachada em Belém (PA) com destino a São Paulo (SP) e que era levada por uma empresa de transporte foi interceptada pela Polícia Militar em Palmas nesta terça-feira (07).

As espécies de animais encontradas são: jiboias, tracajás, jabutis, lagartos, aranhas caranguejeiras, escorpiões e 40 frascos contendo ovos de tarântulas de espécies não identificadas.

Segundo a PM, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) recebeu informações de que uma carga estava sendo transportada por uma empresa de ônibus e apresentava um forte odor.

No local, a equipe de policiais militares constatou que se tratava de animais silvestres. Alguns estavam mortos e outros, vivos.

Os animais foram despachados em uma caixa de papelão em Belém no dia 30 de maio deste ano e não foram recebidos pelo destinatário na cidade de São Paulo. A encomenda continha 40 animais, dos quais apenas 12 estavam vivos.

Os animais foram apresentados pela equipe do BPMA na delegacia de Polícia Civil para investigação. Os responsáveis podem ser penalizados criminal e administrativamente com multa estimada em R$ 236.000,00, bem como autuados por maus-tratos devido às condições precárias em que os animais foram transportados.

Os animais vivos serão encaminhados ao Centro de Fauna do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) para serem avaliados e destinados conforme previsto na legislação pertinente.

O tráfico de animais silvestres é uma das atividades ilícitas mais lucrativas do mundo, ficando atrás apenas do tráfico de drogas e armas, conforme a Polícia Militar.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »