MENU

02/06/2022 às 17h48min - Atualizada em 03/06/2022 às 00h00min

Kenzie e Brazilians in Tech abrem inscrições para curso gratuito de programação para mulheres

Durante o curso, as alunas poderão desenvolver seus próprios projetos profissionais e terão uma aula dedicada apenas para soft skills, que é fundamental para o sucesso delas nessa carreira

SALA DA NOTÍCIA / Redação

A Kenzie, escola de programação com metodologia do Vale do Silício, e a Brazilians in Tech (BiT), organização que apoia mulheres brasileiras na área de tecnologia, uniram forças para capacitar mulheres em TI com o curso gratuito de programação “Mulheres in Tech”. As inscrições estão abertas até 3 de junho para todas as pessoas que se identificam com o gênero feminino e podem ser feitas através do site do projeto. As aulas acontecem entre os dias 6 e 10 de junho, ao vivo no canal do YouTube da Kenzie, às 19h.

- Para nós é gratificante fechar essa parceria com a BiT, e poder levar conhecimento em programação para mulheres e encorajá-las a darem o próximo passo em suas trajetórias profissionais. Durante as aulas, as alunas irão aprender a lidar com questões técnicas que o mercado exige, além de conhecer as principais habilidades comportamentais necessárias para uma rápida adaptação, sinergia com times de tecnologia e crescimento profissional de longo prazo. Queremos, acima de tudo, transformar vidas através da educação - Daniel Kriger, CEO e co-fundador da Kenzie. 

O programa vai abordar o mercado da programação, o básico sobre como usar as suas principais linguagens (HTML, CSS e JavaScript), e dará a oportunidade às alunas de montarem projetos profissionais do zero.

A parceria tem o propósito de promover a diversidade de gênero na área de tecnologia, busca cada vez mais presente nas empresas, mas ainda um grande desafio no Brasil. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), a participação feminina em TI é de apenas 20%. Já o programa YouthSpark, da Microsoft, aponta que só 25% das vagas no país são ocupadas por elas.

- Nossa missão como Brazilians in Tech sempre foi a de conectar e criar pontes entre mulheres em diferentes estágios de suas carreiras em Tecnologia com as oportunidades no mercado. Comemorar os 2 anos da BiT oferecendo um curso de capacitação para milhares de mulheres brasileiras é um passo importante para a nossa organização! Como diferencial do curso, vamos ter ainda um dia dedicado apenas para soft skills, que sabemos que é fundamental para as mulheres se destacarem ao navegar em suas jornadas técnicas - Mariana Carvalho, co-fundadora da Brazilians in Tech.

Setor cresce, sobram vagas, mas faltam profissionais

Segundo o estudo “Demanda de Talentos em TIC e Estratégia STCEM”, publicado recentemente pela Brasscom, o Brasil forma por ano, em média, 53 mil pessoas com perfil tecnológico. Até 2025, a expectativa é que o setor demande 797 mil novos talentos. Com o número de formados aquém da demanda, a projeção é de um déficit anual de 106 mil profissionais de TI -- 530 mil em cinco anos.

Serviço:
Curso: Mulheres in Tech
Inscrições: até 03/06
Duração: 06 a 10/06, com 1 dia específico de Soft Skill
As inscrições devem ser realizadas no site do projeto

Sobre a Kenzie

Kenzie é uma escola de programação com o objetivo de ofertar ensino de qualidade para quem deseja trabalhar na área da tecnologia. Com o foco no aprendizado prático, ensina as principais linguagens de programação do mercado para o desenvolvimento de um programador full stack, inclusive soft skills. A metodologia inovadora vai ao encontro do modelo de negócio inédito, em que o estudante só paga a mensalidade do curso após estar empregado e com remuneração mínima de R$ 3 mil por mês.

Sobre a Brazilians in Tech:

A Brazilians in Tech (BiT) é uma organização criada para acolher e incentivar mulheres brasileiras a seguirem seus caminhos na tecnologia, conectando profissionais e estudantes, além de apoiar iniciativas relacionadas à área. Desenvolveu a primeira plataforma brasileira a reunir informações e oportunidades relevantes do mundo da tecnologia.


Notícias Relacionadas »
Comentários »