MENU

25/05/2022 às 19h23min - Atualizada em 25/05/2022 às 19h23min

Membro de facção criminosa é preso acusado de homicídio na invasão do Parque Alvorada

Crime aconteceu no dia 10 de abril de 2022, cuja vítima foi Enilson de Sousa Lima, de 37 anos

Dema de Oliveira
Jornal O PROGRESSO
Homem acusado de ter assassinado Enilson Sousa Lima com 15 tiros - Foto: Divulgação
 
A Polícia Civil, por meio de uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu nesta quarta-feira (25) um membro de facção criminosa, acusado de homicídio na invasão do Parque Alvorada, em Imperatriz.

Crime aconteceu no dia 10 de abril de 2022, cuja vítima foi Enilson de Sousa Lima, de 37 anos, que foi alvejado com 15 tiros e morreu sem tempo de socorro. 

De acordo com as investigações, o facionado preso, que não teve o nome revelado, armou uma emboscada para Enilson, que foi atingido por cerca de 15 disparos. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu quando ainda estava no local.

As investigações apontam ainda que a motivação do crime estaria relacionada à disputa entre facções criminosas e ao domínio territorial pelo tráfico de drogas na região.

O homem preso também está sendo investigado pela prática de assaltos e tráfico de drogas. Ele é acusado de um assalto praticado no Fórum da Comarca de Carolina, a 220 km de Imperatriz. Por esse crime, chegou a ser preso, mas depois de alguns meses, foi colocado em liberdade. No Fórum, foram roubadas armas e outros objetos apreendidos. 

O criminoso foi levado para a DHPP, onde tomou conhecimento do mandado de prisão em seu desfavor, em seguida foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e após os exames de praxe, foi levado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz, onde se encontra à disposição da justiça.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »