MENU

20/05/2022 às 22h32min - Atualizada em 20/05/2022 às 22h32min

Membro de quadrilha especializada em furtar caminhonetes de luxo é preso durante operação

Depois de subtraídas, as caminhonetes eram colocadas em uma espécie de quarentena

Assessoria
Suspeito preso tem 34 anos de idade - Foto: Divulgação/Dicom-SSP-TO
 
Um homem de 34 anos suspeito de integrar um esquema criminoso de furtos de caminhonetes de luxo que atuava no Tocantins foi preso durante a operação ‘Scam’ na manhã desta quinta-feira (19), em Palmas.

Além da prisão preventiva, também foram cumpridos mandados de buscas na residência do suspeito, onde foram encontrados alguns aparelhos eletroeletrônicos supostamente usados para bloquear o sinal GPS dos veículos e ligar as caminhonetes.

Segundo o delegado Rossilio Correia, as investigações duraram quatro meses e tinham por objetivo identificar e prender um grupo de criminosos que vem praticando furtos de caminhonetes de luxo nas cidades de Palmas, Tocantínia e outros municípios circunvizinhos.

Como atuavam
O delegado Rossilio explicou como agiam os integrantes do grupo criminoso. “Os criminosos utilizam um aparelho chamado ‘módulo’, o qual era preparado previamente pelo grupo e tinha como finalidade substituir o sistema eletrônico original e, como consequência, fragilizar todo o sistema de segurança do veículo. Desse modo, o grupo conseguia ligar as caminhonetes e, depois, era usado um outro aparelho denominado ‘capetinha’, cuja função era bloquear qualquer tipo de sinal de GPS”, explicou o delegado.

Depois de subtraídas, as caminhonetes eram colocadas em uma espécie de quarentena e ficavam escondidas por alguns dias. Posteriormente, eram levadas para outros estados, onde eram clonadas e alienadas a receptadores.

“O comércio de veículos de origem criminosa, como caminhonetes de luxo, tem crescido no Tocantins. Porém, a Polícia Civil está agindo com muito rigor e de forma constante no sentido de identificar, localizar e prender todas aquelas pessoas que auferem lucros com o furto e roubo de veículos no estado do Tocantins”, disse o delegado Rossilio.

Já para o delegado Anderson Casé, a prisão do homem durante a operação ‘Scam’ é de grande significância, pois ele é acusado de integrar um grupo criminoso que agia no furto e roubo de caminhonetes por todo o Estado e pode ter feito muitas vítimas.

Atuação na operação
A ação foi deflagrada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) e coordenada pelos delegados Rossilio Correa e Anderson Casé.

Também contou com o apoio da divisão de inteligência do 1º Batalhão da Polícia Militar de Palmas, da divisão de inteligência da Polícia Rodoviária Federal de Goiânia (GO) e do núcleo de inteligência da Superintendência de Trânsito da Capital.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »