MENU

16/05/2022 às 21h41min - Atualizada em 16/05/2022 às 21h41min

Fazenda se torna referência da Embrapa no Tocantins ao produzir de forma sustentável

Metade da área da fazenda é de preservação ambiental

Da Assessoria
Murilo Sharp, proprietário da fazenda, explica trabalho realizado na fazenda - Foto: Divulgação
 
O caso de sucesso da Fazenda Morro Branco, localizada no município de Novo Jardim (TO), foi destaque durante a programação de sexta-feira (13) no estande do Sebrae, Faet e Senar, na Agrotins.

Murilo Sharp, proprietário da fazenda, explicou que a Morro Branco é gerida sob três aspectos: econômico, ambiental e social.

“Enquanto ainda era uma área bruta, pensamos na fazenda em três dimensões: econômica, ambiental e social. Pensamos em produzir para gerar lucro de uma forma sustentável. O resultado é que nos tornamos uma unidade de referência técnica da Embrapa, onde aplicamos várias tecnologias, com destaque para a integração lavoura e pecuária. A fazenda foi pensada para aliar o desenvolvimento econômico à questão ambiental, por isso metade da área é de preservação”, contou.

Na oportunidade, Murilo ainda destacou o apoio que recebe de parceiros, incluindo o Sebrae. Desde 2017 a Fazenda Morro Branco recebe consultorias do Sebraetec em diversas áreas, dentre elas a de boas práticas na bovinocultura de corte e a de inseminação artificial.

“Para termos sucesso tem sido imprescindível o apoio que recebemos de parceiros. As artesãs que trabalham com a produção do capim dourado dentro da fazenda, por exemplo, fizeram o Empretec. Elas têm nos ajudado com o capim dourado e nós investido em conhecimento. Assim adotamos um modelo de desenvolvimento econômico que permita progredirmos juntos”, afirma.

O diretor superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes,  destacou o cenário otimista para os negócios e a importância de apresentar casos de sucesso como o da Morro Branco. “Tenho certeza que todo o auditório saiu inspirado ao conhecer a história dessa fazenda que alia  economia e sustentabilidade. Reforçamos que o Sebrae está pronto para oferecer soluções que auxiliem os pequenos negócios a também trabalharem com foco na preservação ambiental”, disse.

O diretor ainda avaliou como positiva a movimentação da Agrotins. “Estamos felizes em ver um movimento tão grande de pessoas vindo buscar conhecimento e tecnologia. É um sinal de otimismo e o Sebrae, juntamente com a Faet/Senar,  estão sempre preparados para dar seu apoio e contribuir para desenvolver os pequenos negócios do Tocantins”, destacou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »