MENU

13/05/2022 às 19h30min - Atualizada em 13/05/2022 às 19h30min

Acusado de abusar sexualmente e matar a própria tia em Imperatriz senta no banco dos réus

Wanderson Salazar da Silva, matou a feirante Maria Madalena Silva, na ocasião com 50 anos

Dema de Oliveira
Jornal O PROGRESSO
Wanderson Salazar da Silva acusado de estuprar e matar a tia - Fotos: Arquivo/O PROGRESSO
 
O Tribunal do Júri da Comarca de Imperatriz, marcou para o dia 17 de março, próxima terça-feira, o julgamento de Wanderson Salazar da Silva, atualmente com 28 anos, acusado de matar a própria tia, a feirante Maria Madalena da Silva. 

Wanderson Salazar da Silva, matou a própria tia, por estrangulamento, após estuprá-la, crime ocorrido em março de 2013, na Rua Rio Grande do Norte, bairro Juçara. 

O crime repercutiu muito em Imperatriz, tendo em vista o assassino ser sobrinho da vítima, que tinha trazido ele de Buriticupu, para tratamento de dependência química, como forma de ajudá-lo. Wanderson Salazar, foi preso na ocasião em uma operação policial comandada pelo atual prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, na cidade de Açailândia. 

Outros dois julgamentos serão realizados na próxima semana. No dia 18 sentarão no banco dos réus, Lucas Lica de Oliveira e Leonardo Lima da Silva, acusados do crime de homicídio, cuja vítima foi Lucas Breno Gonçalves. Crime aconteceu em janeiro de 2016.

No dia 19, quem vai prestar contas com a justiça é Eleomar Oliveira do Nascimento, acusado de assassinar Daniel da Silva Nascimento. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...