MENU

02/05/2022 às 20h10min - Atualizada em 02/05/2022 às 20h10min

Justiça decreta a prisão preventiva de acusado de matar a esposa em Dom Pedro, interior do Maranhão

A prisão do suspeito foi decretada por ele estar foragido desde o dia do crime. Acusado foi indiciado por crime passional

Por Dema de Oliveira
Rony Veras e Ianca se casaram em 2021 e têm uma filha de um ano - Foto: Divulgação/Redes Sociais
 
A Justiça do Maranhão decretou nesta segunda-feira (2), a prisão preventiva do empresário Rony Veras Nogueira, de 41 anos, acusado de ter assassinado a tiros a esposa, Ianca Vale do Amaral, de 26 anos, em Dom Pedro, cidade localizada a 434 km de Imperatriz, na região central do estado.

O crime aconteceu na noite de sábado (30). De acordo com a delegada Renata Lins, que está a frente das investigações, a prisão preventiva foi decretada por ele estar foragido. Rony Veras Nogueira, de 41 anos, foi indiciado por crime passional, como qualificador feminicídio.

Segundo a delegada, o crime foi motivado por ciúmes. O casal discutiu em casa e em seguida, a vítima foi alvejada com tiros na perna, na cabeça, tórax e no braço. Ianca Vale não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Após o crime, Rony Veras se escondeu em um dos cômodos da casa até a chegada da Polícia Militar. O empresário conseguiu fugir pelos fundos da residência e segue foragido.

Ianca Vale e Rony Veras haviam se casado em 2021. Juntos, eles tem uma filha, de um ano. O suspeito é proprietário de um posto de combustível e uma churrascaria na cidade de Dom Pedro.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »