MENU

29/04/2022 às 16h52min - Atualizada em 30/04/2022 às 00h00min

Projeto criado pela RD3 Digital cria experiência ‘dentro’ de máquinas agrícolas em Realidade Virtual

Sistema coloca o usuário em um metaverso próprio, mostrando toda a experiência do equipamento real em uma versão simulada

SALA DA NOTÍCIA André Coutinho
WGO Comunicação
Pixabay
Já se imaginou dirigindo um trator ou um pulverizador? A RD3 Digital, uma das pioneiras do Brasil na produção de Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV), com sede em São Paulo (SP), desenvolveu uma ferramenta capaz de “colocar” o usuário dentro de um equipamento agro, utilizando somente um par de óculos especiais. 

Graças à RV, o usuário consegue acessar metaversos criados de maneira exclusiva, visualizando e interagindo de forma imersiva com equipamentos em escala original. A novidade gera economia para as empresas interessadas, uma vez que não precisam deslocar o equipamento para feiras e utilizar combustível para demonstrações. Basta utilizar os óculos de Realidade Virtual para gerar uma simulação que segue fiel à experiência real. A demonstração fica completa com um telão, roteadores e computadores para transmitir o que está sendo visto pelo usuário para todo o público presente.

A estreia da ferramenta foi na 34ª edição do Show Rural, em estande da empresa Futurjet Pulverizadores, realizado entre 7 e 11 de fevereiro, em Cascavel (PR), com mais de 285 mil visitantes, gerando R$ 3,2 bilhões em comercialização, a maior da história, segundo a organização do evento. A feira é uma das mais representativas do calendário de eventos agropecuários do país, e a expectativa é que essa ferramenta seja utilizada em eventos futuros.

Ali, quem passava pelo estande e colocava os óculos podia se ver dentro de uma máquina agrícola pulverizando uma plantação de soja totalmente produzida em 3D, com total sensação de “mundo real”. Os visitantes também tiveram uma experiência dentro da cabine do trator sem precisar entrar fisicamente. A visualização pode ser tanto externa, observando o equipamento funcionando, como interna, tendo a perspectiva no interior da cabine.

“Conseguimos trazer uma experiência real para o usuário, que poderá saber exatamente como funciona um equipamento agro sem precisar estar dentro de um. Com a Realidade Virtual, é possível trazer experiências cada vez mais abrangentes e diferenciadas para os usuários e ferramentas de conversão para as empresas”, conta Raphael Magri, um dos sócios da RD3 Digital. 

Para o desenvolvimento do projeto, a RD3 mobilizou cinco programadores full time, dedicados especialmente a ele, o que acelerou o processo, levando menos de um mês para ser concluído.

 
Sobre a RD3 Digital
A RD3 Digital é uma das empresas pioneiras em realidade aumentada e virtual no Brasil. Fundada em 2013 pelo Game Designer José Roberto Tostes e pelo publicitário Raphael Magri, conta atualmente com uma equipe de 20 programadores criativos que trabalham em sua sede na cidade de São Paulo. 
Prezando sempre pela segurança e resultados, e comprometida com prazos e entrega de excelência, a empresa trabalha com portfólio com diferentes aplicações e possibilidades (eventos, ativação em produtos, jogos interativos, RA em catálogos impressos, endomarketing e treinamentos e tour virtual 360º) e desenvolve, para cada projeto, um app exclusivo, com a guideline da respectiva marca. A RD3 ainda foi responsável pelo desenvolvimento do primeiro aplicativo mobile de realidade aumentada para o consumidor final do mercado imobiliário nacional e conta com uma vasta carteira de clientes, como Coca-Cola, Sanofi, Gerdal, Natura, BMW, Unilever, Bayer, Ipiranga, Pepsico, Samsung SDS, Panasonic, O Boticário e Galderma. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »