MENU

25/07/2020 às 16h47min - Atualizada em 25/07/2020 às 16h47min

Agricultura familiar ganha novas perspectivas com programa desenvolvido pela Suzano na região

Assessoria de Imprensa da Suzano
No Maranhão, o PDRT promove atividades que capacitam o pequeno produtor e promovem o crescimento da agricultura na região. Foto: Divulgação
Pensando em promover o fortalecimento das atividades agrícolas, a Suzano, referência global na produção de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, tem fomentado diversos projetos socioambientais em comunidades rurais da região e, em comemoração ao Dia do Agricultor(a) Familiar (25 de Julho), a empresa celebra os resultados e as transformações da atividade nas famílias que vivem da agricultura e que são beneficiadas por iniciativas como o Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT).  
O programa PDRT está presente em 11 comunidades rurais vizinhas à unidade da Suzano em três estados e busca potencializar as atividades de cada território com o apoio da assistência técnica e capacitação dos agricultores, incentivando a geração de emprego e renda. Com consultoria especializada, as atividades do PDRT contemplam hoje 421 famílias na região.  
Como resultado da implantação do programa, hoje, todas as ações desenvolvidas nas comunidades atendidas tem acompanhamento de equipe técnica, que vai do plantio, planejamento agroecológico, até a comercialização dos produtos. Em termos de produção, somente em 2019, o programa comercializou mais de 575 mil toneladas de alimentos, além de ter gerado uma receita de mais de R$290 mil.  
Marilene da Silva, agricultora, e moradora do povoado de Olho D'água é uma das beneficiadas pelo o programa e avalia as mudanças que já aconteceram até agora. "Quando a empresa se instalou aqui, ela nos ajudou na implantação da associação de moradores, nos dando todo o suporte necessário para desenvolvermos nossas atividades". Trabalhando em uma área reservada pela Suzano, ela colhe os frutos que as ações do PDRT trouxeram, como a iniciativa "A feira vai até você", que viabiliza a venda dos insumos gerados na agricultura por meio do sistema delivery. "O projeto da feirinha atende toda a comunidade e melhorou muito a nossa renda. O técnico do Programa passa na minha casa e leva para vender o que temos de alimento, já que não podemos sair por conta da pandemia e isso nos ajuda muito.", conta. 
 Feirinha Delivery - Assim como Marilene, outros 31 agricultores, de mais 9 associações diferentes, também são beneficiados pelo projeto da feirinha virtual nos estados do Maranhão, Pará e Tocantins. Realizado por meio do PRDT, essa foi uma alternativa encontrada pela Suzano para ajudar na geração de renda dos pequenos agricultores(as) durante o período da pandemia. Frente ao cenário de crise, a modalidade trouxe novas oportunidades para a distribuição dos produtos.  
Com foco na venda por meio do sistema de delivery, os produtos são preparados e entregues semanalmente nas residências dos consumidores que solicitarem o serviço.  Vale ressaltar que todo o processo é acompanhado por uma equipe técnica, desde a montagem da cesta até a comercialização. E o balanço do trabalho realizado até aqui tem agradado: desde o início da modalidade, em abril, mais de 2 mil cestas já foram vendidas, o que equivale a cerca de 10 mil toneladas de alimentos comercializados.   
A Coordenadora de Desenvolvimento Social e Meio Ambiente da Suzano, Ana Paula Pulito, explica que a Suzano segue focada no compromisso de contribuir com o fortalecimento de iniciativas comunitárias da região. "Em 2019, nossos projetos apoiaram mais de 10 mil pessoas nos estados do Maranhão, Pará e Tocantins. O nosso objetivo é ver esse número crescer cada vez mais e com programas como o PDRT, proporcionar experiências transformadoras para quem participa dessas iniciativas e vive da agricultura familiar", finaliza.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...