MENU

12/04/2022 às 19h09min - Atualizada em 12/04/2022 às 19h09min

FIEMA insere panificação de Imperatriz na parceria com SRT-MA para fortalecer setor

Diminuição da informalidade e de acidentes de trabalho estão entre as metas da iniciativa

Da Redação
Comunicação/FIEMA
Reunião realizada de forma virtual - Foto: Divulgação
 
Com o objetivo de alinhar as parcerias da ação especial setorial destinada ao segmento da panificação, que vai beneficiar o setor em todo o Estado, a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) – juntamente com o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de São Luís (Sindipan) e a Superintendência Regional do Trabalho – MA (SRT-MA), incluiu o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de Imperatriz (Sinpancimp) na reunião de alinhamento realizada na última sexta-feira, 8, para fortalecer a iniciativa conjunta. O objetivo é convocar os agentes envolvidos na indústria do pão em todo o Estado para compor uma robusta campanha, que pretende promover a redução da informalidade nas padarias, a diminuição dos acidentes de trabalho, entre outros.  

Participaram da reunião a presidente do Sindipan, Francina Rosa Freitas Andrade, o presidente do Sinpancimp, Antonio Alves Barbosa e diretoria, a coordenadora técnico-executiva da FIEMA, Roberta Tanús, o auditor fiscal da SRT-MA, Paulo Lásaro, além do assessor da FIEMA, José Aboud. A iniciativa já mobilizou, também, as entidades do Sistema FIEMA – SESI, SENAI, IEL e a própria Federação, objetivando somar esforços à iniciativa, no sentido de identificar e propor soluções para entraves que impactam o crescimento das empresas de pães e confeitaria no Maranhão. 
Entre as metas estabelecidas para melhorias no segmento, está a adequação do registro na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), visto que algumas padarias estão classificadas equivocadamente como comércio.  

INDÚSTRIA DA PANIFICAÇÃO – Em todo o Maranhão, a parceria com a Superintendência Regional do Trabalho propõe a fiscalização das padarias da capital e municípios maranhenses, com o propósito de verificar e orientar quanto ao cumprimento de normas regulamentadoras, normas de segurança do trabalhador, formalização das empresas, entre outros quesitos levantados pelo SRT-MA.

Segundo dados do setor, esse ramo da indústria registra altos números de acidentes de trabalho do Brasil. Nesse sentido, SESI, SENAI, IEL e Federação dispõem de soluções para organização dessas padarias, em sua maioria, micro e pequenas indústrias. Só no Maranhão, funcionam mais de 2 mil, segundo informações da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), mas muitas ainda trabalham sem formalização. A ideia é juntar forças para fortalecer o segmento, com melhorias que podem incluir a capacitação dos profissionais, serviços de medicina no trabalho, educação para executivos, entre outras ofertadas pelo Sistema Indústria no Maranhão. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »