MENU

07/04/2022 às 20h11min - Atualizada em 07/04/2022 às 20h11min

Caminhoneiro denuncia ter sido vítima do golpe do ‘falso frete’ em Imperatriz

A vítima afirmou à PRF que chegou a entregar a quantia de R$ 420,00 em espécie ao golpista

Dema de Oliveira
Jornal O PROGRESSO
PRF UOP de Imperatriz recebeu a denúncia do caminhoneiro e encaminhou a Polícia Civil - Foto: Divulgação/PRF
  
Nessa quinta-feira (7), a Polícia Rodoviária Federal registrou a denúncia de um caminhoneiro, que teria sido vítima do golpe do ‘falso frete. A equipe PRF realizava policiamento ostensivo no km 253 da BR-010, em Imperatriz, quando foi procurada pela vítima.

Segundo caminhoneiro, ele havia descarregado uma carga da cidade de Goiânia/GO em Imperatriz, onde recebeu uma proposta de uma pessoa para realizar um frete de farelo de ração animal, saindo de Imperatriz com destino à Fortaleza, no Ceará. Contudo, o caminhoneiro precisaria cobrir as despesas da emissão da nota fiscal da carga e que o valor seria em torno de R$ 1.200.00.

A vítima afirmou à PRF que chegou a entregar a quantia de R$ 420,00 em espécie, momento em que o contratante se ausentou para providenciar a documentação, porém não retornou nem atendeu mais as ligações do caminhoneiro.

Diante das informações obtidas, a PRF constatou, a princípio, a ocorrência de estelionato. O caso foi encaminhado à Polícia Civil, para providências cabíveis.

Esse tipo de crime, já havia algum tempo que não acontecia em Imperatriz, principalmente devido a pandemia. Mas só foi ameninar mais a situação, para que viesse a acontecer. Nomalmente, pessoas que são presas por terem cometido esse tipo de crime ficam presas. Tipificado como crime de estelionato, é afiançável e o acusado sempre saí da cadeia.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »