MENU

04/04/2022 às 22h46min - Atualizada em 04/04/2022 às 22h46min

Após vexame no Estadual, diretoria do Moto fala em “reformulação no elenco e na comissão técnica”

Presidente do clube se manifestou por meio das redes sociais e sofreu muitas críticas dos torcedores

João Ricardo
Moto Club está fora do Estadual 2022 - Foto: Ivan Santana/Ascom Iape
 
Após a desclassificação do Campeonato Maranhense, ainda na fase de grupos do segundo turno, a diretoria do Moto Club divulgou nas redes sociais que deve promover uma ampla mudança no time para a Série D do Campeonato Brasileiro, que começa dia 17 de abril.

O time perdeu para o Iape, por 1 a 0, no sábado (2), e apresentou um futebol desorganizador e sem força desde o começo da partida, o que causou revolta dos torcedores, com protesto fora do estádio.

- Saímos com um resultado negativo, que nos traz a tristeza de uma desclassificação no Maranhense, decorrente de uma postura de equipe que alternou apatia e descontrole emocional. Lutamos muito fora de campo para garantir salários em dia e estrutura de trabalho. Estamos inconformados com o resultado e nos somamos a toda a torcida e ao conselho na certeza que será feita, já na segunda-feira, uma reformulação no elenco e na comissão técnica. Hoje, o Moto está ferido, mas seguirá de pé - disse o clube por meio das redes sociais.

O texto foi replicado pelo presidente do clube, Yglésio Moyses, em suas redes sociais. O dirigente foi bastante criticado por torcedores por conta da campanha longe do esperado feito pelo time no Campeonato Maranhense.

Com a desclassificação, o Moto passa agora a torcer por combinações nas semifinais do segundo turno e sequência da competição para ficar pelo menos como vice-campeão na soma geral e assim garantir vagas para Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro Série D de 2023, esta última vaga em caso de não conseguir o acesso este ano para a Série C.

A combinação pro Moto ficar como segundo colocado na competição é na semifinal do segundo turno, o Sampaio vencer o Cordino e o Iape passar pelo São José. Na final, o Sampaio teria que ser o vencedor, pra garantir o título sem a necessidade de uma decisão extra (dois jogos entre os campeões do primeiro e do segundo turnos).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »